Índia.

O milenar país asiático quer dar um salto gigantesco em seu programa espacial e solidificar seu lugar entre as nações que exploram o espaço no mundo com sua segunda missão não tripulada à Lua, destinada a colocar um rover, sonda robótica, próximo ao inexplorado polo sul. Continue lendo »

Continue lendo »

A yellowish moon in the night sky

Ora, os astronautas, claro.

Melhor dizendo, eles fizeram o número dois, barro, bozerra, frago, troçulho, como você quiser chamar, em fraldas descartáveis que foram, naturalmente, descartadas por lá. Continue lendo »

Várias vezes por semana, pequenas explosões de luz aparecem na superfície da Lua. Até agora os cientistas só haviam conseguido tentar adivinhar por que. Mas, finalmente, uma equipe de astrônomos alemães apareceu com uma nova teoria que pode fornecer informações cruciais para os humanos que querem colonizar a Lua. Continue lendo »

O artigo abaixo foi escrito por Luc Bussiere, palestrante da Universidade de Stirling, e publicado em The Conversation sob uma licença Creative Commons. Leia o artigo original.

Em um futuro pós-apocalíptico, o que pode acontecer à vida quando os humanos saírem de cena? Afinal de contas, é muito provável que os humanos desapareçam muito antes de o sol se expandir para uma gigante vermelha e exterminar todos os seres vivos da Terra.

Assumindo que não extinguiremos todas as outras vidas à medida que desaparecermos (um feito improvável apesar da nossa propensão única para a extinção), a história nos diz que esperamos algumas mudanças bastante fundamentais quando os seres humanos não são mais as espécies animais dominantes do planeta Continue lendo »

Até o momento, os cientistas descobriram cerca de 4.000 exoplanetas, o termo usado para planetas que existem fora do sistema solar da Terra. Continue lendo »

Constant illumination was found to relax the lattice of a perovskite-like material, making it more efficient at collecting sunlight and converting it to energy. The stable material was tested for solar cell use by scientists at Rice University and Los Alamos National Laboratory. (Credit: Light to Energy Team/Los Alamos National Laboratory)Sempre fui um entusiasmado das chamadas energias alternativas. Mas, alguns anos atrás, conheci um dos pioneiros da energia solar no Brasil — e era o que podemos chamar de pioneiro desencantado: ele me passou uma imagem muito negativa das possibilidades reais dessa energia. Continue lendo »

A ascensão espetacular da civilização humana – suas sociedades agrárias, cidades, estados, impérios e avanços tecnológicos e industriais que vão desde a irrigação e o uso de metais até a fusão nuclear – ocorreu nos últimos 10.000 anos, após a última era glacial. Esse pequeno período de tempo em um planeta de 4,5 bilhões de anos, conhecido como a Era Holocena, parece estar chegando ao fim com a recusa de nossa espécie em conter significativamente as emissões de carbono e os poluentes que podem causar a extinção humana. Essa mudança induzida pelo homem no ecossistema tornará a biosfera inóspita para a maioria das formas de vida provavelmente por muitos milhares de anos. Continue lendo »

Soy fields border untouched Cerrado forest in the Matopiba region of BrazilUm artigo publicado esta semana na revista Nature e assinado por um grupo de pesquisadores liderados por Richard Fuchs, sênior research fellow do Instituto de Meteorologia e Pesquisa do Clima, Pesquisa Ambiental Atmosférica (IMK-IFU), Instituto Karlsruhe de Tecnologia em Garmisch-Partenkirchen, Alemanha, alertou para o fato de que a guerra comercial que envolvem atualmente os EUA e a China pode resultar em um aumento devastador do desmatamento na Amazônia. Continue lendo »

Resultado de imagem para bee cannabisFaz pouco tempo que entrou no radar das preocupações públicas o fato de que insetos polinizadores estão morrendo em números catastróficos. Se não formos capazes de reverter essa tendência, vamos ter que enfrentar um tipo muito diferente de futuro – mais para “walking dead” do que para “star trek”. Continue lendo »