Cupons digitais estão em alta. Veja abaixo

Fazer programas mais divertidos, usar mais mobile e mídias sociais e não confiar que “o silêncio é de ouro”

A equipe do site Colloquy publicou uma lista muito relevante do que fazer e do que não fazer para tornar mais eficazes as estratégias de fidelização. Em relação ao que “não fazer”, eles sugerem “não atolar na lama”, ou seja, é importante dar diversão aos participantes. Games, videos, conteúdo interativo, o que for necessário. Os administradores também não devem confiar em “o silêncio é de ouro”, ou seja, não achar que a falta de reclamações é um bom sinal. Pode ser que não, e participantes que vão embora sem reclamar irão levar outros. Entre os pontos que você deve fazer, destacamos o “mobile-ize”, ou seja, entender que o mundo virou móvel. Da mesma forma, é importante usar mídias sociais. E parcerias. Além disso, eles aconselham a “cavar mais fundo”, ou seja, entender de uma vez por toda que nem todos os participantes são iguais – e alguns são mais iguais, e melhores, do que outros. Fonte: Colloquy

Leia o resto deste post »

Barbie adota a diferença. Veja abaixo

Dependendo da política, aumentam as compras e diminuem as devoluções

Uma nova pesquisa da Universidade do Texas/Dallas descobriu que uma política mais leniente em relação à devolução de produtos tem um surpreendente efeito positivo nas decisões de compra dos consumidores. O estudo demonstrou que a ideia de que todas as politicas afetam compras e retornos de maneira similar está errada, analisando principalmente como as devoluções e as compras eram afetadas por cinco elementos: tempo, dinheiro, esforço, escopo e trocas. No geral, políticas mais generosas levaram a mais compras – e até mesmo em um quantidade ligeiramente menor de devoluções. “Na fase de pré-compra, os consumidores provavelmente pesam os custos e benefícios da compra”, afirmou Ryan Freling, da equipe de pesquisadores. “Se a política de devoluções é mais generosa – inclusive em relação ao escopo, ou seja, mais itens com direito a devolução – um consumidor pode dizer ‘oh, isso está em liquidação, parece um bom valor, vou comprar e se precisa eu o devolvo’.” Fonte: Retail Wire

Leia o resto deste post »

Shopping carts at Costco in Fairfax, Virginia, January 7, 2010.   REUTERS/Larry Downing  Formato de clube de compras e a capacidade para trazer as pessoas às lojas estão fazendo a diferença
A Costco é a maior rede de “atacarejo” dos EUA e acaba de ser declarada pelos analistas da bolsa uma empresa “amazon-proof”. Ou seja, ao contrário das outras gigantes do varejo, como Walmart e Target, a rede não fica brincando de pega-pega com a gigante do e-commerce – joga em outra liga. E o segredo parece ser o modelo de “clube de compras” (tipo Makro, mas bem mais a sério) e a capacidade de estimular os consumidores a fazerem compras em suas lojas, com ofertas realmente atraentes em produtos que as pessoas preferem comprar pessoalmente, como gasolina e comida. Os preços baixo dos combustíveis tem feito aumentar a inscrição dos consumidores e a área de alimentação da empresa oferecem uma cadeia de pizzarias que tem o potencial de ser tornar uma das maiores dos EUA. Fonte: Business Insider

Leia o resto deste post »

https://www.colloquy.com/contentAsset/image/6e022efd-98dd-488e-9538-6602be5c0169/fileAsset/byInode/1/filter/Resize,Crop,Jpeg,/resize_w/766/resize_h/421/crop_w/766/crop_h/383/crop_x/0/crop_y/19/jpeg_q/80A falta de reclamação não quer dizer que está tudo bem – e ate 25% da receita pode estar em risco

Leia o resto deste post »

hash bird banner

Especialista acredita que nenhuma campanha precisa de uma hashtag. Confira abaixo suas razões

Maioria dos varejistas acredita que IoT afetará fortemente suas operações – só não têm ideia como Leia o resto deste post »

A recomendação do relatório é que as empresas comecem a se preparar isso – mas que comecem pequeno

Leia o resto deste post »

Quando a Internet das Coisas torna-se a Internet das Nossas Vidas

Clientes fieis são aqueles que sentem que a marca facilitou suas vidas – e isso tem muito a ver com o mundo conectado

Leia o resto deste post »

A comunidade Nike+ já tem mais de 38 milhões de membros, compartilhando imensas quantidades de dados

Leia o resto deste post »

Compra em um clique, recomendações baseadas em compras passadas e formulários fáceis de preencher – mas a empresa está também melhorando qualidade, confiabilidade e presença nos principais aeroportos

Leia o resto deste post »

Albert Einstein during a Vienna Lecture (Wikimedia Commons)

Lennard não gostava nem um pouco de Einstein. Saiba por que

ESTUDO INÉDITO DA EIU REVELA QUE O ALTO ESCALÃO DEVE LIDERAR O ENGAJAMENTO DE CLIENTES NAS EMPRESAS

A Genesys, líder mundial em soluções, softwares e serviços para contact center e atendimento ao cliente, lançou nesta quinta, 25/6, um estudo global mostrando que a experiência do cliente, quando liderada pelos executivos no alto comando das empresas, pode aumentar a receita e a satisfação dos clientes, ao mesmo tempo em que reduz custos. Conduzida pela Economist Intelligence U… Continuar lendo

ABRH-PR ABRE INSCRIÇÕES PARA CURSO QUE ABORDA A ANDRAGOGIA Ver mais

AS DEMANDAS ATUAIS E FUTURAS DO MONITORAMENTO Continuar lendo

FRIBOI ALCANÇA RESULTADO RECORDE EM CAMPANHA QUE SINCRONIZA ANÚNCIOS NA TV E DIGITAL Continuar lendo

A INTERNET DAS COISAS E A INOVAÇÃO EM SEGURANÇA Continuar lendo

O LADO FEIO DA CIÊNCIA: A HISTÓRIA DE PHILIPP LENARD E ALBERT EINSTEIN Continuar lendo

NEM TODO MUNDO ENTENDE SARCASMO E ISSO PODE DIZER MUITO SOBRE NOSSO CÉREBRO. PRECISO DESENHAR? Continuar lendo

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 47 outros seguidores