Eis o Amazon One, primeiro de uma frota. Saiba mais abaixo

Eles geram mais vendas, mas aumentam expectativas Leia o resto deste post »

O CEO da gigante chinesa espera contar com a Amazon no projeto da nova plataforma
A gigante chinesa de ecommerce pretende, tão logo acabe a reunião de cúpula do G-20, negociar com alguns países para testar como uma nova plataforma de ecommerce mundial pode funcionar. Um dos principais objetivos é conseguiur por abaixo barreiras comerciais. Jack Ma, fundador e CEO do Alibaba, disse esperar que outros empreendimentos globais, inclusive a rival Amazon, trabalhem junto com ele para criarem uma nova plataforma que conectem empreendimento menores ao redor do mundo. “Respeitamos muito a Amazon”, disse Ma em Pequim no sábado 30/7. “Eles estão fazendo muito do comércio global. Se pudermos trabalhar juntos, será fantástico, mas não sei se eles gostam ou não da minha ideia.” A ideia da nova plataforma nasceu a partir do que foi feito para o Boao Forum for Asia em março e desde então Ma tem feito lobby junto a empresas e governos. Ele espera testar a temperatura da água em breve. Fonte: South China Morning Post

Leia o resto deste post »

Seja qual for a métrica, o o evento foi um sucesso, mas as lições que deixou para a empresa vão bem além dos números
Leia o resto deste post »

10 dicas reunidas pela equipe da IBM Marketing Cloud

Leia o resto deste post »

pinterest-gif55% dos visitantes vão na rede para comprar, enquanto isso ocorre apenas em 12% nas demais mídias sociais

Leia o resto deste post »

Para contrabalançar o evento que pretende ser maior que o Black Friday, o varejista anuncia seu próprio festival de vendas Leia o resto deste post »

O Alibaba é acusado por outros revendedores e grande marcas mundiais de tolerar a venda de produtos falsificados. Leia o resto deste post »

80% dos negócios da Steve Madden vem do atacado, mas ele conseguiu criar uma proposta de valor ‘matadora’ para seu e-commerce
Leia o resto deste post »

Alibaba on way to being top retailerA distância entre o varejista chinês e o Walmart vem diminuindo rapidamente
Um grande passo foi dado pelo varejista chinês na direção de superar o Walmart e se tornar a maior empresa mundial do setor. A distância entre os dois gigantes já é muito pequena: o Alibaba Group Holding anunciou na segunda, 21/3, uma receita de US$ 463,3 bilhões no ano fiscal que termina em 31 de março (o ano fiscal do Walmart encerrou em 31 de janeiro, com uma receita de US$ 478,6 bilhões). “Esse é o resultado do comprometimento da China em mudar de uma economia voltada para investimento para uma voltada para o consumo”, comentou Kiki Fan, diretor geral da Nielsen China. Fonte: China Daily

Leia o resto deste post »

Tap e Echo Dot funcionam como assistentes virtuais e vão poder controlar dispositivos domésticos inteligentes
A Amazon anunciou o lançamento de dois novos dispositivos que usam a interface de comando de voz Alexa,da mesma forma que o Amazon Echo, assistente virtual montado em uma torre, lançado em 2014. O Tap é um falante sem fio que permite, através do toque em um botão, procurar músicas, ouvir notícias, buscar informação, pedir uma pizza, entre outras coisas. O Echo Dot é um dispositivo controlado por voz que pode se conectar diretamente aos equipamentos de som, tornando-se um controle e um assistente que controla dispositivos domésticos inteligentes. Esses dispositivos, assim como o Siri, da Apple, o Cortana, da Microsoft, e o Google Now, estão transformando busca em utilidade e moldando como os serviços de busca serão no futuro. Fonte: IoT Daily

Leia o resto deste post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 49 outros seguidores