É mais um movimento na guerra entre operadoras e provedores de anúncios móveis, como o Google
Com a ajuda de uma startup israelense chamada Shines, a operadora europeia de telefonia móvel Three está planejando bloquear o que chama de “excessiva, invasiva, não desejada ou irrelevante” quantidade de anúncios em sua rede. É mais uma batalha na guerra entre as operadoras — que argumentam que os anúncios utilizam muita largura de banda — e os grandes provedores de publicidade digital, como o Google. Dando um passo além, a Three está propondo que anunciantes e ad networks deveriam na verdade pagar taxas sobre os dados utilizados por seus anúncios. “Não achamos que os clientes deveriam pagar pelo uso de dados gerados pelos anúncios móveis”, afirmou Tom Malleschitz, CMO da Three UK. “Publicidade móvel irrelevante e excessiva irrita os clientes e afeta a experiência total com a rede.” Exatamente como a Three pretende conseguir com que os anunciantes paguem não está claro. “No curso dos próximos meses, a Three anunciará em detalhes como atingirá esses objetivos”, disse a empresa em um comunicado. Fonte: Media Post

Continue lendo »