Pela primeira vez, o CEO revelou a contagem global de associados da Amazon Prime em sua carta anual aos acionistas Continue lendo »

E eles comunicam-se mais via dispositivos do que pessoalmente

Continue lendo »

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Após incidentes em transmissões ao vivo, empresa coloca organizações de ajuda no Messenger
Continue lendo »

O site de ecommerce chinês 360buy abre-se para o mundo

A Amazon que se cuide. O maior varejista online da China, 360buy.com, começa hoje a vender diretamente para compradores de outros países. Este é o primeiro movimento de uma grande empresa de ecommerce da China e será observada atentamente por seus competidores. Uma das razões desse movimento teria sido a guerra de preços entre a 360buy, a Suning Appliance e a GOME Electrical Appliances Holding. A empresa é privada e seu website em inglês, en.360buy.com, oferecerá quase 400 mil novos produtos, de eletrônicos a leite em pó, alguns com frete grátis. Os produtos poderão ser enviados para 36 países e a 360buy planeja montar estoques fora da China. Reuters

Brasileiros trazem 13 Echo Awards na bagagem, estatísticas do Facebook e outras novidades da DMA 2012 Continue lendo »

No futuro, todas as empresas serão empresas de mídia?

Cerca de 30 anos atrás, eu fui convidado para trabalhar na criação de uma agência de marketing direto, disciplina de comunicação totalmente nova para mim. Mais recentemente, em 2007, recebi um convite semelhante: dirigir a criação de uma agência de advertainment, disciplina com a qual também não tinha a menor intimidade. No primeiro caso, me envolvi profundamente com os conceitos de comunicação segmentada, resposta direta, gerenciamento do consumidor, etc. Já no segundo, me senti profundamente desconfortável na função. O problema é que comprei inteiramente os conceitos no primeiro caso e fiquei bem de pé atrás no segundo.

Advertainment é um termo que foi inventado em 1999 pela professora italiana Patrizia Musso para congregar e dar um arcabouço metodológico a atividades praticadas até então de uma forma meramente empírica, como publieditoriais, merchandising e product placement. Na prática, seria uma saída inteligente para o fato de a publicidade buscar atrair a atenção dos consumidores através da interrupção. O problema, portanto, seria o fato dos intervalos comerciais interromperem os programas, os anúncios nas revistas interromperem os artigos, os spots de rádio interromperem as seleções musicais, e assim por diante. E a solução seria a introdução das mensagens comerciais no conteúdo da programação ou transformação do espaço publicitário em conteúdo informativo e relevante, gerando sinergia entre a emoção e a informação, integração das marcas e produtos no ambiente editorial dos veículos de comunicação.

Meu desconforto ocorria, em primeiro lugar, porque eu sempre me sentira confortável com a tal interrupção. Em minha visão, a forma como a mensagem comercial era inserida no contexto da programa, com plim-plim ou similar separando-a do conteúdo de entretenimento ou noticioso e a assinatura da empresa deixando bem claro que era publicidade e que era paga impregnava o modelo de uma ética negocial básica e fundamental. Em segundo lugar, eu nunca obtive dados concretos que comprovassem que o advertainment é mais eficiente do que as disciplinas tradicionais. Leia o artigo completo em A Zona de Desconforto.

Programas de fidelidade precisam ir para o celular Continue lendo »

E-commerce brasileiro cresce 21%

O comércio eletrônico brasileiro manteve-se em sua trajetória de robusto crescimento na primeira metade deste ano, revela a 26ª edição do relatório WebShoppers, realizado pela e-bit com apoio da camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), e divulgado nesta quarta-feira, dia 22, em São Paulo. Pelos dados, na primeira metade deste ano o volume total de vendas do e-commmerce no Brasil cresceu nominalmente 21% – relativamente ao mesmo período de 2011 -, atingindo um total de R$ 10,2 bilhões. Leia a matéria completa no ProXXIma.

Já viu como será o smartphone com o Firefox OS? Continue lendo »

26 entre os maiores especialistas de marketing mundiais responderam a 6 questões formuladas pelo site Who’s blogging what e pela Hubspot, empresa que desenvolve sistemas de gerenciamento web, email marketing, analytics, etc. Com essas respostas, elas criaram o ebook 54 pearls of marketing wisdom que pretendo compartilhar com vocês. Por um lado, apresentando a tradução de algumas das respostas e, por outro, disponibilizando, para quem quiser o ebook (em inglês)).

As perguntas foram:

  1. O que surpreendeu você no campo das mídias sociais em 2011 e como isso afetou seu planejamento para 2012?
  2. Como fazer o melhor planejamento de longo prazo em móbile?
  3. As mídias sociais afetaram a natureza do conteúdo online?
  4. Como fazer a melhor alocação de recursos entre as maiores redes de mídias sociais?
  5. Se você voltasse a 2006, o que mudaria no desenvolvimento das mídias sociais?
  6. Quais os seus conselhos para os profissionais que trabalham com mídias sociais em relação a 2012?

E vamos às respostas da primeira pergunta (interessante observar as visões conflitantes em relação ao Google+: Continue lendo »

O Yahoo! inova mais uma vez e lança a versão 1.3 do aplicativo Flickr para Android totalmente em língua portuguesa. Com maior agilidade e acessibilidade, o aplicativo está mais robusto e fácil de mexer.  Além do português, a plataforma está disponível em mais oito idiomas, como o alemão, francês, italiano, espanhol, coreano, chinês, vietnamita e bahasa indonésia.  Continue lendo »

Na verdade, o “semi” vai por conta do jornalista Felipe Del Pezzo, do Planet Tech, o blog da redação da revista Home Theater & Casa Digital, a propósito do lançamento do iPro,  um sistema intercambiável de lentes para iPhone 4 e 4S. Para mim, que sou um mero apertador de botão, amador “no úrtimo”, como se diz em Catanduva, a coisa é pra lá de profissional. Confiram só o que diz o cavalheiro (as fotos são do site da fabricante do sistema, a Schneider Optics, divisão da fabricante alemã de lentes Schneider Kreuznach): Continue lendo »

ProXXIma News:

O provável atraso no lançamento do iPhone 5 pela Apple já é quase certo, considerando o histórico de novas versões do smartphone foram lançadas nos meses de junho e julho dos anos anteriores.

Agora, porém, rumores indicam que o iPhone 5 estará disponível para venda, ao menos na Inglaterra, no dia 21 de novembro deste ano, data que reforça os rumores do atraso e de que a Apple estaria remanejando o lançamento das novas versões do iPhone para datas próximas às festividades de fim de ano.

A data foi vazada por um suposto representante de vendas da loja Phone4U. Considerando que o iPhone sempre é lançado nos EUA e em alguns países europeus, é prudente supor que esta seria também a data de lançamento no mercado norte americano.

Rumores indicam que o iPhone 5 será uma modificação bem discreta do iPhone 4, com um processador A5 dual-core, flash traseiro mais distante da lente da câmera, talvez traseira em metal ao invés de vidro e, possivelmente, uma tela um pouco maior que a atual, de 3.5 polegadas.

Fonte: 9to5 Mac via T3