Resultado de imagem para time warner toonUma marca menos conhecida vai matar uma mais conhecida — mas analistas concordam com a decisão

Continue lendo »

Anúncios

CES 2014: LG inventa um novo pixel para sua TV com tela curva de 77 polegadas

Clickable Paper é o novo concorrente do QR Code. Confira abaixo

A guerra das coreanas pela conquista do mercado de TVs gigantes de telas curvas foi declarada no CES 2014, em Las Vegas. Tanto a Samsung como a LG apresentaram suas armas. Mas a LG foi além de simplesmente apresentar uma TV 4K de 77 polegadas com tela curva. Ele atualizou a própria tecnologia de exibição, adicionando um quarto subpixel para cada um dos mais de 8 milhões de pixels da tela. Enquanto a maioria das TVs tem três subpixels (vermelho, verde e azul ou RGB), a LG 77EC9800 acrescenta um quarto, branco (WRGB). A LG não é a primeira fabricante a oferecer TVs com tecnologia de quatro pixels – a Sharp a usa em sua linha Quattron há anos –, mas é a primeira a aplicá-la em um aparelho 4K UHD (3840 × 2160). Continue lendo »

A distância entre as compras físicas e as compras virtuais já foi bem maior, não concorda? Outra distância que também começa a encolher é a que havia entre o que ocorria no chamado primeiro mundo e no Brasil. Na terça passada, dia 3, durante o treinamento que Anete Schonenberg, Adriano Monaco e eu fizemos sobre programas de fidelidade, como parte do Congresso Internacional de Gestão de Cliente, CIC 2012, apresentamos a gôndola virtual que a Tesco, rede de supermercados inglesa, colocou no metrô de Londres.

Continue lendo »

Portal ProXXIma:

A AXE apresenta uma campanha que utilizará uma tecnologia que é a aposta da Microsoft, chamada Tag, considerada uma evolução dos QR Codes. A campanha para o relançamento da linha de antitranspirantes AXE Seco virá neste mês nas revistas Billboard, Playboy e VIP, estampará uma imagem que, quando fotografada, levará o leitor a uma aba da fanpage da marca (www.facebook.com/axebr), onde ele poderá solicitar uma amostra do produto anunciado.

“A diferença da Tag para o QR Code é que, com o passar do tempo, a marca poderá mudar o conteúdo que será acessado pelo consumidor a partir da imagem, com novas informações, sites e vídeos, entre outros, proporcionando diferentes experiências”, esclarece Marcos Swarowsky, Diretor da Microsoft Advertising no Brasil

Para Rafael Lopes, gerente de marketing de AXE, a Tag vai unir o impresso ao meio digital e gerar uma atividade de sampling, que vai materializar o produto divulgado na casa do consumidor. “Quando fechar a revista, ele continuará interagindo com a marca”, finaliza Lopes.

Veja aqui como usar o aplicativo.

Target, Best Buy, Macy’s, Post Cereals e outras grandes marcas estão colocando os códigos na frente de uma ampla faixa de consumidores. Até mesmo o setor imobiliário está usando os códigos em tags de plantas e guias de turismo.

A Macy’s está focando na educação do internauta, com um spot de 30 segundos que foi divulgado no Facebook, YouTube e no próprio site da Macy’s, onde mostra como seus clientes devem usar os códigos. “Nós realmente sentimos que precisávamos educar as pessoas sobre isso”, explica Martine Reardon, vice-presidente executivo de marketing da Macy’s. “Eles podem não saber o que fazer com ele. É importante dizer.”

Mas a pioneira foi a Best Buy. A empresa acrescentou o QR Code para todas as suas tags de informações sobre o produto. Apesar de não ter explicado formalmente o uso dos códigos, é difícil você não usar quando entra em uma loja. A digitalização da marca orienta os consumidores para a página de detalhes dos produtos Best Buy, no site móvel.

Quando vocês acham que a tendência chega pra valer no Brasil?

Fonte: Proxxima News.