Adnews:

De olho no boom do mercado de tablets, a Positivo Informática deve se lançar no terreno no segundo semestre. A iniciativa ocorre em meio ao anúncio de que a Foxconn abrirá a partir de novembro, no interior de São Paulo, fábrica para montar iPads, o que mexeu com os empresários do setor.

Mas a investida da empresa brasileira não será nada fácil. Além da parceria entre a fábrica taiwanesa e a Apple, a Motorola vai investir também na produção local de tablets, com o seu recém-lançado Xoom, e a Samsung também prepara novidades para o Galaxy Tab. “Os tablets são a próxima onda do setor de informática e a empresa não tem como ficar de fora desse movimento”, afirma Luiz Augusto Pacheco, analista da corretora Omar Camargo, em entrevista ao jornal Gazeta do Povo.
Só no no passado, cerca de 100 mil tablets foram vendidos, volume que deve alcançar 400 mil unidades em 2011 segundo projeções do mercado. Até companhias como Itautec e Semp Toshiba querem invadir o filão prenunciado pela Apple. A expectativa é que elas se juntem à Positivo e ofereçam opções ainda para este ano.