30 de junho é a data limite para anúncios em Flash no AdWords e no DoubleClick Digital Marketing; redes deixam de aceitar o formato no ínicio de 2017
O Google acaba de colocar outro prego no caixão do Flash, o software multimídia da Adobe que vem sendo muito criticado pelas frequentes vulnerabilidades de segurança. Nesta terça, 9/2, a gigante de buscas determinou os prazos para quando parará de rodar anúncios em Flash e aceitar apenas aqueles em HTML5. Em 30 de junho, o Google vai parar de aceitar novos anúncios display baseados em Flash para AdWords e DoubleClick Digital Marketing. Além disso, em 2 de janeiro de 2017, os anúncios em Flash não serão mais permitidos na Display Network ou na DoubleClick. Fonte: ARN

Continue lendo »

Shodan, o buscador que googla onde o Google não

''There is no way these systems should be exposed'' ... John Matherly, who at 19 started working on Shodan, which allows one to find any device that is connected to the internet.A Internet é tão grande, tão grande, que nem mesmo o Google consegue vasculhá-la toda. Na verdade, acredita-se que o buscador, ainda que gigante, varra menos de 50% da rede. Ou seja, o fato de você não achar alguma coisa no Google, ou em outros buscadores, não significa que ela não esteja lá, ou que não possa ser encontrada. Mas já há uma ferramenta de buscas, por exemplo, que é capaz de encontrar servidores, impressoras, roteadores, câmeras e qualquer equipamento conectado à internet. Chama-se Shodan e foi criado por John Matherly, 28. Continue lendo em A Zona de Desconforto

Google proíbe publicidade no Glass Continue lendo »