O futuro será das mulheres?

Existe uma constatação inquestionável no mundo corporativo: as mulheres estão, cada vez mais, ocupando espaços importantes dentro das empresas. Quando digo “ocupando” significa que estes espaços até ontem pertenciam aos homens. A “ocupação” ocorre silenciosamente e de forma contínua, não só nos cargos de gerência, mas em todos os níveis hierárquicos. Pode ser coincidência, mas, no mesmo passo em que aumenta o número de mulheres nas empresas, estas se movimentam na direção de práticas improváveis até bem pouco tempo. Sustentabilidade, qualidade de vida, responsabilidade social, passaram a ser temas quase tão importantes quanto atingir metas de produtividade, crescimento e lucratividade. Sim, pode ser coincidência, mas não há como negar que o comprometimento da mulher na aspiração humana por um mundo melhor sempre foi muito maior se comparado ao homem. Leia o artigo completo do designer e brand strategist Paulo de Deus no site Indikabem

Microsoft investirá R$ 200 mi no Rio Continue lendo »

Esqueça o iPhone 5. A verdadeira revolução vem com os sistemas abertos.

Pelo menos na opinião de dois gigantes do mercado: Mozilla e Telefonica. A Mozilla está lançando o Firefox OS, um sistema móvel aberto baseado em um kernel Linux e que roda aplicativos inteiramente em HTML5. Quanto à Telefonica, ela revelou em julho planos de lançar produtos com esse sistema – começando pelo Brasil! O movimento da Mozilla foi realizado bem no momento em que Mark Zuckerberg declarou que não iria mais desenvolver seu Facebook Phone, por ser “the wrong move”. Mas Brendan Eich, CTO da Mozilla, pensa diferente. Ele acredita que está na hora de abrir o mercado para sistemas operacionais móveis, da mesma maneira que o Firefox fez no caso dos browsers. Além disso, pensa que o melhor lugar para fazer isso é nos países em desenvolvimento, onde há uma mercado faminto por telefones com melhores recursos. Em outras palavras, o Firefox OS não irá competir com o iOs da Apple – mas sendo disruptivo no mercado ao atacar em uma frente completamente diferentes. Leia matéria mais completa sobre o assunto, em inglês, no TechWeek Europe.

O Twitter despenca; e despenca porque merece Continue lendo »

E-commerce brasileiro cresce 21%

O comércio eletrônico brasileiro manteve-se em sua trajetória de robusto crescimento na primeira metade deste ano, revela a 26ª edição do relatório WebShoppers, realizado pela e-bit com apoio da camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), e divulgado nesta quarta-feira, dia 22, em São Paulo. Pelos dados, na primeira metade deste ano o volume total de vendas do e-commmerce no Brasil cresceu nominalmente 21% – relativamente ao mesmo período de 2011 -, atingindo um total de R$ 10,2 bilhões. Leia a matéria completa no ProXXIma.

Já viu como será o smartphone com o Firefox OS? Continue lendo »

A acusação é séria e feita por uma empresa californiana de segurança, a NSS Labs. Ela protestou contra o estudo feito pela Accuvant e divulgado esta semana. Segundo esse estudo, o Chrome seria mais seguro que seus rivais Internet Explorer e, principalmente, Firefox, que teria ficado para trás “por não contar com a ferramenta de endurecimento JTT”.  Vikram Phatak, chefe de tecnologia da NSS Labs, classificou a pesquisa, patrocinada pelo Google, de tendenciosa, afirmando que algumas ferramentas de proteção do Firefox foram ignoradas, como o “frame poisoning” (envenenamento por quadro), que bloqueia invasões a partir de falhas de programação; que a frequência de updates não foi devidamente valorizada e que há problemas na análise dos recursos anti-malware. Leia a matéria que divulgou o resultado da pesquisa aqui e sua contestação aqui.