Loja da Marc Jacobs usa buzz nas mídias sociais como única moeda

A Marc Jacobs abriu as portas da loja pop-up de sua fragrância Daisy em Manhattan na sexta passada, 07/02, mas, ao contrário de outras lojas de varejo, a Daisy Marc Jacobs Tweet Shop não usa dinheiro. Em vez disso, você pode sair com os produtos em troca do envio de tweets, fotos no Instagram e posts no Facebook. Continue lendo »

Anúncios

Pesquisa: Email Marketing garante retornos sobre investimentos

Instalada na inóspita Xinjiang, central de geração terá capacidade de produzir 10 mil megawatts.

Instalada na província de Xinjiang, parque solar chinês terá capacidade de produzir 10 mil megawatts. Leia mais abaixo

Uma boa notícia para quem utiliza a ferramenta. A pesquisa MarketingSherpa 2013 Email Marketing Benchmark Survey mostrou uma grande maioria de empresas, 60%, confirmando que suas ações de email marketing produzem ROI. Segundo um dos executivos ouvidos, “email marketing, mesmo em um nível tão básico como utilizamos a ferramenta em 2012, superou todas as outras formas de marketing online combinadas. Estamos investindo agora muito mais em email. Ele funciona melhor do que PPC, melhor do que a exibição de anúncios online e fornece um canal para marketing de conteúdo”. Outro entrevistado declarou que Continue lendo »

A experiência do consumidor é mais importante do que publicidade?

O C-Max Solar Energi Concept tem autonomia de quase 34 km e pode ser abastecido com combustíveis.

C-Max Solar Energi Concept é o carro que a Ford está apresentando no CES. Movido a energia solar, tem autonomia de quase 34 km e também pode ser abastecido com combustíveis. Leia abaixo

De acordo com um estudo da Zendesk, sim. Eles reuniram informações de consultorias, empresas e veículos como Harris Interactive, Satmetrix, RightNow, TechCrunch, SNI, Kagan, e fizeram um infográfico interessantíssimo (confiram aqui) que mostra o descompasso entre o fato de que os investimentos publicitários no mundo acabam de ultrapassam os 200 bilhões de dólares e ao mesmo tempo apenas 4% dos consumidores confiam nas ações publicitárias como fonte de informação para produtos e serviços. Comentando o estudo, Flavio Martins, VP of Customer Support at DigiCert, Inc., lembra que Continue lendo »

Por que você precisa de um “Chief Digital Officer”

Amazon usará mini-drones para entregas de livros. Confira abaixo

De acordo com um novo relatório da Forrester chamado “The Chief Digital Diretor: Fad or Future”, empresas bem posicionadas têm mais a perder se hesitam em preencher essa posição talvez transitória, mas essencial. As empresas que levam realmente a sério o aperfeiçoamento das experiências dos clientes devem fornecer-lhes interações consistentes e relevantes em todos os pontos de contato, defende o relatório, e realizar isso em uma grande organização requer um executivo que atue como campeão digital, com o conhecimento e o poder para impor a mudança de cultura. Continue lendo »

Começou a temporada de caça aos clientes da concorrência; Twitter é a arma da vez

tencent penguin mobile asia expo shanghai

Tencent, o “facebook chinês”, avança sobre o ocidente.Leia mais abaixo

A tática denominada “conquesting”, que consiste em comprar anúncios dirigidos aos consumidores que buscam produtos de outras marcas, tem sido utilizada no Google há algum tempo pelos sites de ecommerce. Mas neste final de ano esse tipo de “caça ao cliente” está tomando conta de uma outra plataforma social. “Esse jogo vai se praticar com o Twitter”, afirmou Amiel Kamon, vice-presidente executivo de marketing e mobile da Kontera, plataforma de content marketing. “As marcas agora estão em busca de tempo real. “Os próprios varejistas não estão falando muito sobre isso”, comentou Christopher Heine, editor do Adweek. Mas Kamon declarou que trabalha com vários clientes que estão se preparando para “sequestrar” os clientes de varejos rivais. Segundo fontes do setor, no ano passado, o Walmart obteve enorme sucesso ao explorar os problemas dos concorrentes, como disponibilidade do produto ou prazos de entrega. A gigante do varejo tuitou para os consumidores com esses problemas na Best Buy, por exemplo. Os Twitter Elves, a equipe do Walmart dedicada às mídias sociais, aparentemente encontravam os consumidores no Twitter através da hashtag “@bestbuy” e enviavam uma contraproposta. “Em um mercado cruel, essa tática é um jogo justo”, disse Jeffrey Roster , analista de varejo da Gartner.Fonte: Adweek via Portal Abemd

Neste Natal, se você ouvir “ho-ho-ho” pode não ser Papai Noel – será a Amazon! Continue lendo »

Pesquisa: proteção de dados do consumidor é prioridade em 2013

Uma célula solar com 44,7% de eficiência. Leia abaixo

Privacidade é a palavra da vez em todo o mundo. E isso está claramente se refletindo em políticas implantadas pelas empresas. Uma das questões abordadas pelo DMA 2013 Statistical Fact Book foi exatamente se as empresas de marketing direto/diálogo estão tomando medidas nessa direção. E a resposta foi bastante positiva: 60% das empresas entrevistadas declararam que a inclusão de medidas adicionais de proteção de dados está entre as principais prioridades este ano. Outras 24% declararam algum grau de prioridade no assunto. Portal Abemd (onde você lê mais notícias sobre o mercado de Marketing Direto = Marketing Diálogo)

Equipe franco-alemã diz ter descoberto a célula solar mais eficiente do mundo Continue lendo »

Cinco passos para transformar sua campanha mobile em uma mina valiosa de inteligência de negócios

Clientes fiéis em primeiro lugar. Saiba mais sobre a estratégia da Macy’s abaixo

Artigo publicado no site MarketingProfs, escrito por Andy Lombard, CEO da SocialWhirled, oferece uma visão muito interessante do mobile marketing, esse mundo potencialmente tão rico e ainda tão pouco inexplorado. Segundo ele, todo encontro com um consumidor que esteja com um smartphone na mão deve ser considerado uma oportunidade. Cada dona de casa que procura por informações do produto em um supermercado, cada adolescente que faz check-in em um show de rock, cada amante de animais que tuíta uma foto do seu cão é um comprador potencial a ser alcançado através de celular. Eles querem comprar. Você quer vender. Mas como fazer a conexão acontecer? Segundo Lombard, as melhores práticas no marketing mobile ainda não estão bem definidas, mas já é possível usar experiências para criar campanhas eficazes. E ele oferece cinco passos. Continue lendo »

Shodan, o buscador que googla onde o Google não

''There is no way these systems should be exposed'' ... John Matherly, who at 19 started working on Shodan, which allows one to find any device that is connected to the internet.A Internet é tão grande, tão grande, que nem mesmo o Google consegue vasculhá-la toda. Na verdade, acredita-se que o buscador, ainda que gigante, varra menos de 50% da rede. Ou seja, o fato de você não achar alguma coisa no Google, ou em outros buscadores, não significa que ela não esteja lá, ou que não possa ser encontrada. Mas já há uma ferramenta de buscas, por exemplo, que é capaz de encontrar servidores, impressoras, roteadores, câmeras e qualquer equipamento conectado à internet. Chama-se Shodan e foi criado por John Matherly, 28. Continue lendo em A Zona de Desconforto

Google proíbe publicidade no Glass Continue lendo »

Futebol: preço dos ingressos subiu 300% nos últimos 10 anos

E você ainda se pergunta por que os estádios estão vazios? O novo relatório publicado pela Pluri Consultoria é um verdadeiro chute na canela de quem se preocupa com o futuro do futebol brasileiro. Pois o preço é um dos fatores mais relevantes para o afastamento do torcedor dos estádios e, sem o torcedor, que futuro pode ter o esporte? O relatório analisou o preço dos ingressos mais baratos. Continue lendo em A Zona de Desconforto

“Cachaça” vira marca brasileira nos EUA Continue lendo »

A semana que passou: desconfiança sobre o futuro da Apple e sobre a capacidade do Facebook, mudanças na Globo e na BRF, e mais

iphone5_2338246b2013 está dando a impressão de que será um daqueles anos que marcam uma virada histórica. Em que nada é sagrado. Em que se questiona tudo e todos. Vejam o caso da Apple. Nos últimos anos, a empresa fundada por Steve Jobs veio surfando na onda de uma imagem de inovadora, de antenada, de quem tem o olhar na frente. Pois é exatamente nesse campo que a Apple foi questionada em uma entrevista concedida à revista Forbes por  Tina Wells, do Buzz Marketing Group. Segundo Tina, a empresa não está bem conectada com a geração do milênio que, agora, querem ter tablets com teclado Surface (Microsoft) ou os do Galaxy, da Samsung. Continuem lendo em A Zona de Desconforto

A Busca Social na visão dos publicitários Continue lendo »