Pesquisa: proteção de dados do consumidor é prioridade em 2013

Uma célula solar com 44,7% de eficiência. Leia abaixo

Privacidade é a palavra da vez em todo o mundo. E isso está claramente se refletindo em políticas implantadas pelas empresas. Uma das questões abordadas pelo DMA 2013 Statistical Fact Book foi exatamente se as empresas de marketing direto/diálogo estão tomando medidas nessa direção. E a resposta foi bastante positiva: 60% das empresas entrevistadas declararam que a inclusão de medidas adicionais de proteção de dados está entre as principais prioridades este ano. Outras 24% declararam algum grau de prioridade no assunto. Portal Abemd (onde você lê mais notícias sobre o mercado de Marketing Direto = Marketing Diálogo)

Equipe franco-alemã diz ter descoberto a célula solar mais eficiente do mundo Continue lendo »

Fiz questão de traduzir o artigo abaixo, do site GetElastic, especializado em ecommerce, e publicá-lo por duas razões. Em primeiro lugar, o tema não é tão comum. De um lado, os especialistas em ecommerce parecem só ter olhos para SEO e mídias sociais. Do outro, há poucos especialistas em programas de fidelidade que pularam o fosso entre offline e online; a maioria refugia-se no conforto de seu mundo “real” e no máximo traduziram seus newsletter impressos para email marketing.

A outra razão é porque a autora, Linda Bustos, diretora de pesquisas para ecommerce na Elastic Path, cuja foto publiquei ao lado, tentou ser o mais simples e prática possível, trabalhando sobre exemplos concretos e ao alcance de qualquer varejo eletrônico, mesmo os menores. O ponto de partida de seu artigo é que o comprador online de hoje em dia é particularmente hábil em comparações. Por isso, programas de fidelidade e de incentivo são mais importantes do que nunca. Eis as ideias da Linda. Continue lendo »

Target, Best Buy, Macy’s, Post Cereals e outras grandes marcas estão colocando os códigos na frente de uma ampla faixa de consumidores. Até mesmo o setor imobiliário está usando os códigos em tags de plantas e guias de turismo.

A Macy’s está focando na educação do internauta, com um spot de 30 segundos que foi divulgado no Facebook, YouTube e no próprio site da Macy’s, onde mostra como seus clientes devem usar os códigos. “Nós realmente sentimos que precisávamos educar as pessoas sobre isso”, explica Martine Reardon, vice-presidente executivo de marketing da Macy’s. “Eles podem não saber o que fazer com ele. É importante dizer.”

Mas a pioneira foi a Best Buy. A empresa acrescentou o QR Code para todas as suas tags de informações sobre o produto. Apesar de não ter explicado formalmente o uso dos códigos, é difícil você não usar quando entra em uma loja. A digitalização da marca orienta os consumidores para a página de detalhes dos produtos Best Buy, no site móvel.

Quando vocês acham que a tendência chega pra valer no Brasil?

Fonte: Proxxima News.

(reproduzido do MM Online)

A Sony lançou nesta quarta-feira, 13, para o mercado norte-americano, a nova linha de TVs HDTV (de alta definição), com telas LED e com o Google TV. Com as funcionalidades do Google TV, chegam à TV broadband da Sony aplicativos para o Hulu e Netflix (serviços de aluguel de vídeo online), Twitter, YouTube e Pandora (rádio online).

Os novos aparelhos da Sony, com quatro portas USB, quatro entradas HDMI e com Wi-Fi chegam em quatro tamanhos – 24”, 32”, 40” e 46” -, com preços que variam entre US$ 599 a US$ 1.399. Além dos aplicativos de terceiros, a nova TV da Sony vem com o browser Google Chrome e com o sistema operacional Android. Portanto, é possível baixar na TV aplicativos Android e usar o buscador Google.

O controle remoto dos novos televisores é uma combinação de recursos do PlayStation 3 (que também é da Sony) com teclado QWERTY. As vendas nos EUA serão feitas pela loja virtual Sony Style e na rede de varejo Best Buy.