Free jazz? Continue lendo »

Resultado de imagem para poker de 6Não é exatamente uma novidade ver programas de inteligência artificial derrotando seres humanos em mesas de jogo. Damas, xadrez, Go, pôquer com dois jogadores… mas  pôquer com múltiplos jogadores era considerado um desafio intransponível. Bem, não mais. Continue lendo »

Resultado de imagem para cosplayPara o pessoal da minha faixa etária, uma explicação (se a garotada lesse meu blog, não precisaria dela): Cosplay é um termo em inglês, formado pela junção das palavras costume (fantasia) e roleplay (brincadeira ou interpretação). É considerado um hobby onde os participantes se fantasiam de personagens fictícios da cultura pop japonesa.

Quanto ao título, tem a ver com o Google Duplex, Continue lendo »

artificial intelligence, ai, gansNa verdade, você não só não as conhece como nunca irá conhecer.

Simplesmente porque elas não existem.

Mais ainda: elas nunca existiram e nunca existirão. O que você está vendo é resultado de Inteligência Artificial.

As imagens foram criadas através de algoritmos conhecidos como Redes Generativas Adversariais, ou Generator Adversarial Networks (GANs,), que usam dois programas de computador, o gerador e o discriminador, que fazem uma espécie de competição um contra o outro, buscando pontos convergentes em conjuntos de dados de faces reais para gerar faces artificiais que vão se refinando ao longo do tempo .

Os resultados são chocantes, admita.

Se você ver mais dessas pessoas “impossíveis”, acesse o site This Person Does Not Exist. Cada vez que você der refresh na página aparece uma delas. [SecondNexus]

O artigo original foi publicado na edição de dezembro da revista Wired. Selecionei alguns trechos interessantes. O artigo completo, em inglês, pode ser lido aqui. Continue lendo »

Resultado de imagem para eu robot

(continuação do artigo publicado ontem – se não leu, clique aqui) aqui) Continue lendo »

Debunking the Top 10 AI MythsImagine a seguinte cena: uma sala cheia de pessoas importantes, prospects em sua maioria, influenciadores, etc. Mas ninguém lhe dá atenção. Então, você finge que alguém está ligando para o seu celular (como é cada vez mais comum colocá-lo no vibracall, ninguém vai estranhar não ouvir o toque). Atende, finge ouvir e aí responde: “é simples, vamos empregar inteligência artificial”. Pode ter certeza, todos vão olhar para você. E prestar bastante atenção ao que você disser daí pra frente. Continue lendo »

“Temos de garantir que o ano de 2024 não vai se parecer com uma página do romance 1984”, disse Brad Smith, presidente da empresa

Continue lendo »

Interesse crescente na IA explicável é uma delas (outra é a volta dos humanos ao circuito)

Continue lendo »

artificial-intelligence-experts-fear-1400x600

Inteligência Artificial pode ser uma espécie de pedra filosofal. Ou uma caixa de pandora. Pode nos permitir combater o câncer e melhorar os serviços de saúde em todo o mundo, ou criar um pandemônio ao eliminar milhões de empregos e comandar uma revolta de robôs.

No que você aposta? Continue lendo »