Resultado de imagem para ceo linkedin

Jeff Weiner, CEO do LinkedIn

Depois de tirar uma boa fatia do Snapchat com o Instagram Stories, o Facebook entrou no terreno da principal rede B2B Continue lendo »

liabilityVocês certamente estão familiarizados com a expressão “passivo de pontos”, liability em inglês. Significa a quantidade de pontos ou milhas que foram creditadas nas contas dos participantes de um programa de fidelidade, mas que ainda não foram resgatadas. Os volumes crescentes desses pontos ou milhas costuma assombrar os sonhos dos gestores dos programas e sempre foi um dos principais obstáculos nas ocasiões em que defendi a adoção dessa estratégia por empresas meus clientes ou prospects. Por isso mesmo, vocês vão entender meu entusiasmo com o artigo que comento a seguir, escrito por David Feldman, da Catchit Loyalty, Australia. Ele demonstra de forma clara que o diabo não é tão feio afinal como se pensa.

Continue lendo »

Resultado de imagem para baudrillard

Jean Baudrillard

Eu podia ter usado o termo hipertelia, criado pelo pensador francês Jean Baudrillard para definir uma situação em que algo, como o excesso de especificações técnicas de um equipamento, objeto ou sistema, por exemplo, entra em um estágio de inversão da finalidade original, levando a um ponto de inércia, a um grau zero da informação. Continue lendo »

Embora os programas de fidelidade em suas várias formas existam há muito tempo, o crédito por sua popularização e institucionalização vai para a indústria aérea. A American Airlines deu o pontapé inicial para os programas de viajantes frequentes (FFP, Frequent Flyer Programs) bem desenhados e estruturados no começo dos anos oitenta. O sucesso do AAdvantage levou à criação de muitos outros programas e calcula-se que hoje existam perto de 150. Originalmente buscavam apenas aumentar a ligação com a companhia aérea, pois as milhas acumuladas eram utilizadas apenas em vôos grátis. Continue lendo »