jb-ugc-stitch-fix

Stitch Fix, empresa de personal styling, usa em seu marketing imagens postadas pelos fãs. Imagem: Social Media Examiner

Até pouco tempo atrás, imagens de consumidores interagindo com sua marca era algo que você só encontrava em notícias da imprensa – e quase sempre isso só ocorria com um viés negativo.

 

Aí surgiram a Internet e, quase como corolário dela, as redes sociais. E não só ficou muitíssimo mais fácil encontrar essas imagens como o viés positivo assumiu um lugar importante: os fãs das marcas fazem questão de registrar momentos de satisfação no relacionamento com produtos e serviços.

Parece o paraíso: um repertório imenso e crescente com imagens de consumidores satisfeitos ao interagir com produtos/serviços/marcas. Mas, se não houver alguns cuidados indispensáveis, isso pode se transformar em um inferno legal.

Em artigo recente do site Social Media Examiner, Jim Belosic, CEO da ShortStack, sugere algumas medidas óbvias mas necessárias e eficazes para evitar possíveis aborrecimentos.

Continue lendo…