Resultado de imagem para 360-degree video snapchatInterações são duas a três vezes maiores ao usar a plataforma
Marcas como Universal Pictures, Chick-fil-A e Netflix estão experimentando os vídeos 360 graus do Snapchat, e Michael Rucker, da OmniVirt, disse que os clientes de sua empresa estão vendo taxas de “swipe-up” (quando o usuário passa o dedo na tela de um dispositivo mobile para dirigir a ação) duas a três vezes superiores quando usam o formato. Nick Cicero, da Delmondo, prevê que o uso de vídeos 360 graus vai crescer muito na plataforma, “porque o ato de swiping up é muito poderoso, pois sinaliza intenção”. Fonte: Digiday

Google lança programa de extensões para Gmail

O Google está fazendo o possível para que desenvolvedores levem seus serviços para o Gmail, usando novas integrações chamadas Add-ons. São construídos de tal form que os desenvolvedores só precisem escrever um conjunto de códigos na linguagem Apps Script, do Google. Assim, uma extensão QuickBooks permitiria que os usuários enviassem facilmente faturas para seus clientes. O Google já oferece extensões para seus softwares de processamento de texto, Docs, e planilhas, Sheets. Esse tipo de sistema pode ser útil para os usuários porque os ajuda a terminar seus trabalhos sem sair do Gmail. Também ajuda a atrair os usuários para o app oficial de email do Google, em vez de usar um dos vários outros clientes que podem acessar o serviço, incluindo o Microsoft Outlook. Fonte: CIO.com

Vídeos nativos do Facebook tem uma taxa de compartilhamento 1.055% superior ao do YouTube
Vídeo nativo está se tornando imensamente importante. Com 25% dos usuários nos EUA adotando um bloqueador de anúncio no ano passado, o conteúdo nativo é como os anunciantes estão evitando o problema. E o video nativo é uma das razões pelas quais o marketing de influenciadores e o conteúdo gerado pelo usuário tornou-se tão importante Em um estudo publicado nesta segunda, 13/3, pela Quintly, empresa de análise de mídias sociais — que usou dados de 6,2 milhões de posts de 167 mil perfis do Facebook durante 2016 — uma coisa é clara: o vídeo nativo não apenas tomou conta do Facebook como fez isso por causa do design. O Facebook está determinado a alcançar e ultrapassar o YouTube na guerra de vídeos. Em 2015, a VB Insight estudou as duas plataformas e descobriu que o YouTube ainda era 11X maior do que o Facebook. Na época, os americanos passaram um agregado de 8.061 anos no YouTube e 713 anos no Facebook. Mas com os vídeos rodando automaticamente nos timelines e um design que reduz a importância das outras plataformas de vídeo, a gigante das redes sociais está diminuindo a dianteira do YouTube. “Nosso último estudo já mostrou os vídeos nativos do Facebook como dominantes na rede social”, contou Nils Herrmann, da Quintly. Em dezembro de 2016, mostrou o estudo, o desempenho foi 186% superior aos videos do YouTube e a taxa de compartilhamentos foi 1.055% superior. Outra prova do acerto da tática do Facebook é o fato de que os compartilhamentos de vídeos do Vimeo praticamente desapareceram inteiramente da rede — apenas 2% dos perfis incluíram um link do Vimeo em seus feeds. Fonte: Venture Beat

Engenheiro que saiu do Google para dirigir o projeto da Uber teria levado com ele dezenas de milhares de arquivos confidenciais
A Waymo, spinoff do Google encarregada do projeto de carros autônomos, solicitou formalmente à justiça americana para impedir que a Uber opere com tecnologia obtida dos veiculos da empresa da Alphabet. A ação judicial foi deflagrada no mês passado e alega que a Uber roubou elementos chave da tecnologia do Google. A Uber afirma que as acusações não têm base. Na sexta, 10/3, a Waymo entregou um testemunho juramentado de Gary Brown, um engenheiro de segurança forense que está com o Google desde 2013. Citando registros da rede segura do Google, Brown afirma que Anthony Levandowski, um ex-engenheiro da empresa que agora dirige o programa de carros autônomos da Alphabet, tendo baixado 14 mil arquivos de um repositório do Google que contem arquivos de design, esquemas e outras informações confidenciais pertencentes ao projeto de carro autônomo. Levandowski usou um laptop fornecido pelo Google para baixar os arquivos, o que tornou mais facil o rastreamento, contou Brown. Ele também implicou outros engenheiros no esquema: Radu Raduta e Sameer Kshirsagar. Ambos também teriam baixado material confidencial, incluindo listas de fornecedores e consultores. Fonte: The Verge
Facebook coloca realidade virtual na timeline dos usuários 

Três anos depois de adquirir a Oculus, o Facebook está finalmente integrando o braço de realidade virtual da empresa em sua plataforma com um novo app de 360 graus. Desde a aquisição, a gigante das mídias sociais vem dando passos para expandir sua presença em realidade virtual, mas até agora mantinha as áreas separadas. Agora, a linha divisória foi cruzada — pelo menos para alguns usuários. O novo app de RV foi produzido pela Oculus e só está disponível para o Samsung Gear VR. Quem possui o dispositivo poderá acessar conteúdo em 360 graus via sua timeline no Facebook. Como a empresa planeja expandir o app ou seus recursos permanece incerto. “O Facebook está claramente entusiasmado tanto com vídeo como com a realidade virtual, por isso aproximar esses dois paradigmas estrategicamente faz sentido para a empresa”, comentou Paul Verna, analista da eMarketer. “Se os usuários abraçarão RV em massa é outra questão, mas em um futuro próximo podemos esperar muita experimentação de marcas, veiculos e criativos em geral.” Fonte: eMarketer

3 maneiras que emissores de cartões podem usar para alavancar uso e lucratividade
Há pressões cada vez maiores sobre a lucratividade dos programas de fidelidade e premiação ligados ao uso de cartões de crédito, cartões presente e cartões pré-pagos. Os consumidores têm mais recursos do que nunca para a comparação de preços, privilégios e prêmios, o que significa que as marcas precisam se atualizar constantemente para competir e encontrar a combinação mais atraente e lucrativa de ofertas. Os gestores dos programas de cartões não podem controlar a concorrência ou os mercados, mas podem controlar aspectos chave de seus portfolios, incluindo a eficiência operacional, alavancando a flexibilidade, por exemplo, a produtividade de marketing, principalmente através da personalização e aproveitando oportunidades de co-branding, e fidelidade do consumidor, usando eventos definidos no ciclo de vida dos cartões atuais e também recuperando ex-clientes. Ao gerenciar essas três alavancas de lucratividade, pode-se maximizar o sucesso dos cartões. Fonte: Colloquy

 

Você já ouviu falar em John Bannister Goodenough? Segundo a Wikipédia, é um professor da Universidade do Texas em Austin, que contribuiu para o desenvolvimento das modernas baterias de ions de lítio. Leia o resto deste post »

Resultado de imagem para salesforce einsteinA plataforma de inteligência artificial já pode ajudar as empresas em leads e comunicações dirigidas. Mas ainda há muito caminho à frente Leia o resto deste post »

Projeto já está com a NASA e detalha até o local onde as naves pousarão

Leia o resto deste post »

Netflix, the TV-streaming company behind hit shows such as The Crown and House Of Cards (pictured), is working on ways to give viewers control of key plot decisions in a new interactive storytelling strategy

Já imaginou se você pudesse criar os finais dos episódios de suas séries favoritas? A Netflix já. Confira abaixo

CEO da Wayin acredita que o uso de novas tecnologias permitirá a entrega de experiências de marketing 1:1 em escala de massa

Leia o resto deste post »

Resultado de imagem para abemd espmAulas transmitidas ao vivo e gravadas para poderem ser acessadas pelos alunos

Leia o resto deste post »

Analytics não devia buscar retornos rápidos. Veja por que abaixo

Grandes consultorias estão se reinventando e ganhando cada vez contas de marketing digital Leia o resto deste post »

Imagem relacionadaVarejistas tradicionais ainda precisam decifrar o código da experiência de compra online Leia o resto deste post »

As mídias sociais podem parecer mais descoladas, mas o email marketing continua a ser a melhor aposta para garantir um bom ROI Leia o resto deste post »