Resultado de imagem para ecommerceAmazon, Alibaba e JD.com oferecem uma experiência de compra sem complicações, sortimentos completos e entrega rápida Continue lendo »

Anúncios
E eles comunicam-se mais via dispositivos do que pessoalmente

Continue lendo »

stranger things netflixAnunciantes estão demonstrando cada vez mais apetite por essa tecnologia Continue lendo »

computação quânticaA tecnologia da informática avançou incrivelmente nas últimas décadas, mas sempre, digamos assim, na mesma estrada. Então surgiu a computação quântica e tudo indica que a diferença de desempenho será a mesma que você encontraria entre um carro normal, cuja velocidade tem a limitação do atrito entre as rodas e o asfalto, e um carro voador. Continue lendo »

Resultado de imagem para cartão fidelidadeDificuldade no resgate e falta de envolvimento das marcas com os consumidores além da compra são alguns dos motivos que fazem as pessoas abandonarem os programas Continue lendo »

O uso de linguagem natural e a capacidade personalização são dois dos motivos
Segundo a Statista, portal alemão de inteligência de negócios, pesquisa de mercado e estatísticas online, o mercado de assistentes e bots pessoais com base em inteligência artificial quase duplicará em 2018, chegando a mais de US$ 12 bilhões em 2020 com 1,6 bilhão de usuários ativos. Hoje, praticamente todo gigante tecnológico está fazendo agentes digitais para seus clientes. O Alexa da Amazon está sendo remodelado visualmente e ganhando novas funções, o Cortana da Microsoft acaba de ser hospedado em um novo dispositivo e o Siri da Apple deverá também se mudar para o seu próprio speaker. Por que toda essa movimentação? Por que devemos esperar ainda mais inovação e interesse neste mercado? A resposta começa com o fato de usarem linguagem natural. Em vez de dropdowns ou caixas de seleção, assistentes pessoais permitem aos usuários formular consultas de forma natural, falando ou enviando mensagens de texto. A linguagem natural é mais intuitiva do que as interfaces web ou móveis, o que normalmente implica algum grau de curva de aprendizado — e ela está acelerando. Além disso, graças à baixa taxa de erro recorde no reconhecimento conversacional de fala e na melhoria nos mecanismos de processamento de linguagem natural, os assistentes pessoais já conseguiram um nível razoável de compreensão de consultas naturais, tendo até mesmo aprendido a identificar seus usuários. A Amazon anunciou recentemente que a Alexa agora é capaz de reconhecer 10 vozes diferentes e os dispositivos habilitados para o assistente digital agora podem fornecer resultados personalizados para cada usuário com base em preferências e comportamentos previamente expressados. Personalização, aliás, que é um absolutamente essencial para qualquer produto digital, está sendo levado a um novo nível pelos assistentes digitais. Além do reconhecimento de voz do Alexa, eles economizam o tempo dos usuários fornecendo uma quantidade limitada de opções relevantes, em vez de inundá-los com uma gama completa de resultados relevantes ou irrelevantes para uma determinada pesquisa — os assistentes de varejistas como eBay, Walmart e Whole Foods, por exemplo, estão ajudando os clientes a resolver o “paradoxo de escolha” que muitas vezes leva a menor satisfação e carrinhos abandonados. Fonte: VentureBeat

Continue lendo »

Resultado de imagem para uberSem anuidade, produto estará disponível a partir do próximo dia 2 de novembro Continue lendo »

Logo Blackfriday 2017Iniciativa faz parte da ação Black Friday de Verdade, que busca engajar consumidores para a data Continue lendo »

 

jb-ugc-stitch-fix

Stitch Fix, empresa de personal styling, usa em seu marketing imagens postadas pelos fãs. Imagem: Social Media Examiner

Até pouco tempo atrás, imagens de consumidores interagindo com sua marca era algo que você só encontrava em notícias da imprensa – e quase sempre isso só ocorria com um viés negativo.

 

Aí surgiram a Internet e, quase como corolário dela, as redes sociais. E não só ficou muitíssimo mais fácil encontrar essas imagens como o viés positivo assumiu um lugar importante: os fãs das marcas fazem questão de registrar momentos de satisfação no relacionamento com produtos e serviços.

Parece o paraíso: um repertório imenso e crescente com imagens de consumidores satisfeitos ao interagir com produtos/serviços/marcas. Mas, se não houver alguns cuidados indispensáveis, isso pode se transformar em um inferno legal.

Em artigo recente do site Social Media Examiner, Jim Belosic, CEO da ShortStack, sugere algumas medidas óbvias mas necessárias e eficazes para evitar possíveis aborrecimentos.

Continue lendo…

Resultado de imagem para apexbrasilProjeto da Apex-Brasil pretende apoiar empresas brasileiras no acesso a mercados internacionais estratégicos com mentoria, treinamento, inteligência e promoção comercial online Continue lendo »