Os 14 indesculpáveis que as marcas precisam evitar a todo custo quando usarem o Facebook — parte 2

05/04/2019

Resultado de imagem para facebook marketingEsta é a segunda parte do artigo escrito por Pius Boachie, um estrategista de mídias sociais da Nigéria, e publicado em JeffBullas.com. Na primeira parte, ele abordou a necessidade de não se focar exageradamente em vendas e não ignorar o feedback negativo. Sigamos em frente.

#3 – Objetivo errado

A maioria dos profissionais de marketing simplesmente acessa o Facebook com o objetivo de “criar awareness” ou “gerar mais curtidas para a minha página”. Nem todas as marcas têm o luxo de grandes orçamentos de reconhecimento como marcas como Coca-Cola ou Procter & Gamble. Em vez de gastar todo o seu orçamento criando consciência, as marcas devem observar que seus anúncios no Facebook devem criar apenas uma coisa: uma venda.

O anúncio ideal do Facebook é aquele que exibe seu produto na frente da pessoa certa que está pronta para comprar e que vai, em seguida, clicar no seu site e… fazer uma compra. Infelizmente, nós não vivemos em um mundo ideal, então você pode ter que se contentar com um lead.

Independentemente disso, os anúncios de marca devem gerar um resultado mensurável: dinheiro na sua conta do banco ou informações de contato valiosas sobre o prospect para sua equipe de vendas acompanhar e tentar fechar uma venda.

O Facebook pode ser uma ferramenta poderosa para atendimento e envolvimento do cliente. Mas no final, as marcas precisam converter seus gastos em vendas e esse deve ser o objetivo mais importante.

Solução: ao usar o Ad Manager do Facebook, há muitas opções disponíveis em relação a um objetivo de publicidade. Ao escolher o objetivo errado, seus esforços de publicidade podem levar a uma campanha malsucedida. Assim, as marcas precisam estar atentas aos objetivos que definem ao criar anúncios.

Choose the right advertising objective

Para facilitar ainda mais, o Facebook fornece um guia com recomendações de design e dicas para ajudá-lo.

Como você pode conferir lá, o Facebook fornece ferramentas versáteis para criar campanhas publicitárias. Eles são baratos, altamente personalizáveis ​​e ricos em análises. Tudo o que eles precisam fazer é testá-los por conta própria e ver o que funciona para sua marca.

# 4 – Desconhecimento do seu público

Eis o ingrediente secreto da publicidade no Facebook: há bilhões de pessoas usando o Facebook e todas as marcas estão apenas tentando atingir essa quem está procurando comprar o que elas vendem.

O Facebook quer que as marcas dominem essa tarefa e, assim, forneceu ferramentas para segmentar melhor os prospects. No entanto, há muito mais que o Facebook pode fazer, desde que as marcas aprendam a usar essas ferramentas!

Entender o seu público como uma marca é tão importante quanto saber o que você quer que ele faça. Como eles vão usar o seu produto? Que problemas têm que você, como marca, precisa resolver? Mesmo dentro do seu público, diferentes nichos terão diferentes prioridades, problemas e objeções.

As marcas, por exemplo, podem anunciar para o que consideram seus públicos-chave,  usando informações como localização, interesses e outras informações demográficas compartilhadas pelos usuários. Ou eles podem customizar seus públicos, fazendo o upload de uma planilha de clientes e prospects que eles já conhecem, com a esperança de que eles possam ser encontrados no Facebook. As marcas também podem pedir ao Facebook para encontrar públicos “lookalike”, ou seja, semelhantes aos seus clientes atuais e potenciais.

Facebook lookalike audiences

Como marca, você tem que colocar seu público-alvo na frente de sua estratégia. Antes de abrir o seu gerenciador de anúncios do Facebook, liste um perfil específico de seu cliente em potencial. Isso ajudará você a adaptar seus anúncios ao público-alvo certo. É preciso experimentar alguns dados demográficos fornecidos pelo Facebook para descobrir qual deles fornece o maior retorno sobre o investimento.

# 5 – Postar menos conteúdo e de forma inconsistente

Ao postar no Facebook de maneira inconsistente e inadequada, você diz ao seu público: “Caro cliente, estamos ocupados fazendo coisas mais importantes, portanto, não temos tempo para sermos humanos e mantê-lo atualizado sobre nós”. O alcance de páginas orgânicas no Facebook está diminuindo. Agora, mais do que nunca, o engajamento deve ser uma prioridade.

Solução: crie um calendário editorial para o Facebook e foque em inspirar seu público. Um exemplo perfeito de uma marca obtendo sucesso é o SaaS Company Post Planner. Suas atualizações no Facebook são consistentes e seu conteúdo é ótimo. Portanto, o engajamento está sempre atravessando o teto.

Frequent and consistent posting

Continua…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: