Cresce movimento para tirar Zuckerberg da presidência do conselho do Facebook

18/10/2018

Propositor original da ação é a Trillium Asset Management

Quatro grandes fundos públicos norte-americanos que detêm ações do Facebook,  tesourarias dos estados de Illinois, Rhode Island e Pensilvânia, além de Scott Stringer, controlador da cidade de Nova York, juntaram-se nesta quarta-feira, 17/10, à ação que propõe remoção de Mark Zuckerberg, CEO da empresa do cargo de presidente do conselho, cargo que acumula, após vários escândalos importantes, e disseram que esperavam obter apoio de grandes gestores de ativos. Esses fundos públicos supervisionam uma montanha de dinheiro, que inclui fundos de pensão, e se uniram a ativistas e ao propositor original da ação, a Trillium Asset Management. Fonte: RawStory
Google vai por cobrar por aplicativos Android na Europa
O Google anunciou que planeja começar a cobrar os fabricantes de dispositivos que querem oferecer sua loja, a Play Store, e outros apps chave na Europa. A iniciativa é uma resposta a uma ordem da Comissão Europeia que mandou o Google parar de embrulhar seu motor de busca e seu navegador junto com os apps. Junto com a ordem, veio uma multa de US$ 5 bi e o Google está apelando em ambos os casos. Há três alterações importantes no licenciamento do Android: o fim da restrição à venda de equipamentos não compatíveis com o Android pelos fabricantes que vendem equipamentos compatíveis com o sistema, os fabricantes poderão oferecer uma suíte de apps Androide sem necessariamente embrulharem junto com o motor de busca e o Chrome, e haverá a cobrança de um fee não especificado por esses apps, incluindo a Play Store. O sistema operacional propriamente dito do Android, ou seja sem os apps Google, a busca e a loja, permanecerão grátis e de código aberto. Fonte: Axios

Finalmente, um Photoshop real no seu iPad
Na segunda, 15/10, a Adobe anunciou que o  Photoshop CC for the iPad estará no mercado em 2019 e faz questão que o consumidor saiba que se trata de um “Photoshop real”. A frase tem aparecido muito, porque a empresa quer deixar claro que estará entregando um programa igual ao que está nos desktops, ainda que a interface tenha sido repensada para o iPad. Diferentemente de versões que ainda estão disponíveis, as mesmas coleções de ferramentas, com o mesmo desempenho, aparecerão nas bordas da tela. A maior novidade anunciada, porém, foi o redesenho total do clássico arquivo .psd para funcionar na nuvem. Com isso, o usuário passará a usar o Photoshop de uma forma mais próxima ao que é hoje o Google Docs. Resumindo, Photoshop for the iPad é sem dúvida um anúncio importante, mas o que realmente conta é o Cloud PSD, que permitirá à Adobe levar o Photoshop para todos os cantos. Fonte: The Verge

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: