Pesquisa: 52% usa dispositivos de Internet das Coisas, 64% tem problemas com eles

28/08/2018

Os consumidores estão subindo a bordo do navio da Internet das Coisas, mas para muitos, nem tudo são flores

Segundo um novo estudo que incluiu uma pesquisa com 10 mil adultos nos EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Austrália, Brasil, Cingapura e China, realizada pela Opinium Research for Dynatrace, a maioria (52%) dos consumidores já usa a tecnologia IoT para uma coisa ou outra no decorrer de um dia, mas muitos deles (64%) se deparam com problemas. O uso mais alto de dispositivos IoT é com smartwatch es (28%) e a maioria dos problemas de desempenho (62%) ocorre com dispositivos de assistente virtual e carros inteligentes ou conectados. Eis algumas das preocupações dos consumidores, de acordo com a pesquisa: 85% estão preocupados que os carros autônomos funcionem mal e causem colisões em alta velocidade; 86% estão preocupados que as fechaduras digitais os verão trancados em seus carros; 83% (76% nos EUA) estão preocupados em perder o controle de sua casa inteligente devido a problemas de desempenho; 81% estão preocupados com o excesso de uso do medidor inteligente devido a problemas de tecnologia ou software; 73% estão preocupados em ficar trancados fora da casa inteligente; 68% estão preocupados em poder controlar a temperatura na casa inteligente; 67% preveem caos devido a problemas de desempenho com semáforos inteligentes da cidade; 64% estão preocupados com a possibilidade de controlar as luzes na casa inteligente. Se essas preocupações diminuirão com o tempo, em grande parte, será determinado por quão bem a tecnologia é implementada e evolui. Enquanto isso, muitos consumidores são realistas, se não céticos, sobre o que esperar agora e ao virar da esquina. Fonte: MediaPost Connected Thinking
Forrester: verbas para anúncios em vídeo devem alcançar US$ 103 bi em 2023
Em 2023, os anunciantes estarão investindo US$ 102,8 bi/ano em anúncios em vídeo. de acordo com um recente relatório da Forrester que analisou dados coletados de várias fontes, incluindo o serviço ForecastView. Vídeo online inclui streaming gratuito e pago de serviços baseados na Web, redes de TV e mídias sociais. Várias lições importantes podem ser extraídas do relatório. Por exemplo, o vídeo online está em ascensão, inclusive se aproximando rapidamente do tamanho da audiência de TV (258 milhões), mas os anunciantes não estarão lá. Apenas 10% dos anunciantes devem aumentar as verbas destinadas a anúncios em mais de 6% no ano que vem. Isso cria uma oportunidade para sites e aplicativos de rede. Outro dado importante é que os espectadores ainda querem a programação da TV, mas estão acessando-a de novas formas através da TV Everywhere e dos vMVPDs. Fonte: Martechtoday
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: