Oracle adquire plataforma de aprendizado de máquina

19/05/2018

Oracle OpenWorld conference in San Francisco.Oracle prevê a combinação de seu serviço de infraestrutura na nuvem com as ferramentas da Datascience.com para uma solução única


A Oracle anunciou nesta quarta, 16/5, a aquisição da DataScience.com, uma plataforma de espaço de trabalho em nuvem para projetos e cargas de trabalho de ciência de dados que conta com a Sonos, a EBTH, a Amgen e a Rio Tinto entre seus clientes, e oferece vários serviços que ajudam as equipes de inteligência artificial e análise de dados a coordenar seu trabalho remotamente, com ferramentas que permitem aos usuários compartilhar recursos de computação e dados, criar rapidamente fluxos de trabalho de desenvolvimento de modelos e soluções de inteligência artificial.  No curto prazo, não haverá muita mudança para os clientes da Datascience.com — ela continuará a oferecer os mesmos produtos e serviços aos atuais parceiros. Mas a Oracle prevê a combinação de seu serviço de infraestrutura na nuvem com as ferramentas da Datascience.com para uma solução única e unificada de aprendizado de máquina. “Cada organização está agora explorando a ciência de dados e aprendizado de máquina como uma maneira fundamental de desenvolver proativamente a vantagem competitiva, mas a falta de ferramentas abrangentes e capacidades integradas de aprendizado de máquina pode fazer com que esses projetos sejam insuficientes”, afirmou Amit Zavery, vice-presidente da Cloud Platform da Oracle. “Com a combinação da Oracle e da DataScience.com, os clientes serão capazes de aproveitar uma única plataforma de ciência de dados para alavancar de maneira mais eficiente o aprendizado de máquina e o big data para análise preditiva e melhores resultados de negócios.” Os termos financeiros do acordo não foram divulgados. Fonte: VentureBeat

Fast fashion deve ficar ainda mais rápido com a ajuda de Inteligência Artificial
Uma nova empresa de moda, a Choosy, tem divulgado a promessa de revolucionar o mercado fast fashion com o uso de Inteligência Artificial. Segundo a empresa, a ideia é utilizar a IA para copiar o estilo das celebridades e influenciadores, e prever tendências de moda através de roupas que reflitam os estilos mais comentados nas mídias sociais. As peças serão fabricadas e colocadas à venda na loja com uma periodicidade inferior a duas semanas. Além da questão da rapidez, a grande sacada da Choosy é evitar apostas erradas, em peças e coleções que acabam ficando encalhadas nas lojas. Embora grandes redes como Zara e H&M estejam sempre acertando em suas apostas, um único erro pode custar muito caro, como os US$ 4,3 bilhões em roupas não vendidas que a H&M revelou recentemente. No caso da Choosy, essa “adivinhação de tendências” será feita através de algoritmos que primeiro determinam quais são estilos são mais comentados nas redes sociais, combinando plataformas como o Instagram. Os usuários inclusive poderão usar a hashtag #GetChoosy em fotos de estilo para ajudar IA escolher as tendências. Fonte: B9

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: