Efeito moderninha leva empresas a buscar soluções próprias de pagamentos

22/02/2018

Resultado de imagem para moderninha pagseguroAtenção do mercado cresceu após o IPO da PagSeguro

Com a popularização das maquininhas de cartão, muitas empresas e estabelecimentos que lidam com transações financeiras estão buscando criar suas próprias formas de pagamento com uso de aparelhos. O efeito “moderninha”, como é chamada a máquina de cartões da PagSeguro, vem ganhando cada vez mais espaço justamente por seu caráter popular, de fácil acesso e implementação. “As empresas estão buscando cada vez mais oferecer soluções e novos produtos para seus clientes [consumidor final ou outras empresas]”, afirma Thiago Arnese, cofundador da startup Hash lab, especializada em soluções de meios de pagamentos. De acordo com Arnese, hoje no Brasil o mercado físico de pagamentos é muito mal atendido no quesito de soluções. “Basicamente existe uma grande briga por taxas e a adquirência por si só já é quase uma commodity. Em contrapartida, existem diversas empresas que possuem grandes redes e/ou soluções que geram muito valor para comerciantes e estabelecimentos (redes atacadistas, venda direta, sub adquirentes, empresas de factoring, distribuidores, redes de franquias, sistemas de nichos, etc)”, exemplifica. O mercado passou a ter maior atenção nesse nicho de soluções de pagamentos com foco em maquininhas de cartão após a PagSeguro ter realizado a sua Oferta Pública Inicial de Ações (IPO, na sigla em inglês) na Bolsa de Valores de Nova York. A empresa levantou US$ 2,3 bilhões, sendo o maior IPO na Bolsa de Nova York desde a abertura de capital da Snap, em março de 2017. O nicho de atuação com foco em pequenas e médias empresas tem gerado uma movimentação por parte de outros players, como fundos de investimento e fintechs (empresas com foco em tecnologia financeira). Exemplo disso foi a recente aquisição integral pelo Grupo Garantia da BestPay, especializada em soluções de pagamento (POS). A startup possui atuação forte em fornecimento de soluções e máquinas de cartão de crédito e débito para empresas de pequena e médio porte e também para pessoas físicas. O Grupo Garantia, por sua vez, é conhecido por incorporar startups ao seu portifólio. Outra startup que está aproveitando esse momento de alta pelas empresas que buscam soluções próprias de pagamentos é a Pag.ai. A companhia, que realizou uma parceria com a Hash lab, para oferecer soluções de pagamento para companhias de pequenos porte.

Correios divulga 47º Concurso Internacional de Cartas pelo Brasil
Os Correios realizam, até o dia 7 de março, eventos de lançamento do 47º Concurso Internacional de Redação de Cartas, com a participação do jovem escritor João Paulo Guerra Barrera, vencedor na categoria mérito literário do concurso Ames Space Settlement Contest, da NASA, e embaixador do Science Days no Brasil. As atividades são direcionadas a alunos de escolas públicas das cinco regiões do país e acontecerão em São Paulo (23/2), Florianópolis (26/2), Manaus (28/2), São Luís (2/3) e Brasília (7/3). Além de conhecerem mais detalhes sobre o concurso de cartas, os estudantes assistirão a uma palestra de João Paulo sobre a paixão pela escrita. Atualmente com 7 anos, ele é autor de dois livros e criador de um jogo sobre o espaço, tendo se tornado o escritor bilíngue mais jovem a participar da Bienal do Livro em São Paulo. O 47° Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado no Brasil pelos Correios, é promovido em todo o mundo pela União Postal Universal e tem como objetivo incentivar crianças e adolescentes a expressarem a criatividade e aprimorarem seus conhecimentos linguísticos. O tema dessa edição é: “Imagine que você é uma carta que viaja no tempo. Que mensagem você quer deixar para seus leitores?”. Podem participar estudantes da rede pública e privada de ensino com até 15 anos (completos até maio de 2018). Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro. O vencedor da fase nacional, além de troféu e R$ 5.000,00, representará o Brasil na etapa internacional. A escola receberá o valor de R$ 10.000,00. O Brasil já venceu a fase internacional do concurso, que acontece desde 1972, em três edições, sendo o segundo colocado em número de vitórias, atrás apenas da China, que tem cinco medalhas de ouro. O regulamento completo do concurso está disponível no site dos Correios, no endereço http://www.correios.com.br/sobre-correios/sustentabilidade/vertente-social/concurso-internacional-de-redacao-de-cartas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: