Walmart está investindo em dados — como isso mudará os corredores dos supermercados?

02/02/2018

A compra da Whole Foods pela Amazon acelerou o processo entre os varejistas de alimentos

O maior varejista de tijolos e cimento do mundo reconheceu que está atrasado na busca de personalização através do uso de dados dos compradores. Agora, talvez por causa da compra da Whole Foods pela Amazon, que pode produzir modelos de dados nas lojas e online sem precedentes, o Walmart está embarcando em uma “jornada plurianual” para obter seus dados em condições adequadas para produzir experiências personalizadas relevantes. “De 1 a 10 em nosso uso de dados, eu diria que provavelmente somos cerca de 2”, disse Doug McMillon, presidente e CEO da Walmart, recentemente aos participantes na conferência anual de investidores. “Usamos dados para melhorar o estoque e reabastecer. Não usamos dados para personalizar.” Os executivos do Walmart sabe que não estão iniciando a corrida para a personalização habilitada para dados, mas garantem que não é uma corrida para amadores. Além do salto ambicioso da Amazon em análises de supermercado ampliadas através da Whole Foods, a Kroger está usando seus dados para redefinir e refinar sortimentos, loja por loja, em uma iniciativa chamada Restock Kroger. E a Albertsons expandiu seu trabalho com a empresa de análise IRI para combinar seus dados na loja com dados da cadeia de suprimentos, permitindo a colaboração com fornecedores em tempo real. Já não era sem tempo: os varejistas de alimentos perderam 29% do mercado desde 1992, de acordo com um relatório de novembro da empresa de pesquisa de mercado International Data Corp. (IDC) e da empresa de análise de varejo Precima. Isso se traduz em US $ 310 bilhões em receitas anuais perdidas. Fonte: LoyaltyOne
Google está testando um aplicativo de informações hiperlocais chamado Bulletin
A ideia do Google é estabelecer uma espécie de agregador que colete notícias e informações das comunidades, envolvendo inclusive pessoas comuns para ser utilizado pelos pequenos veículos locais, tornando o processo economicamente mais acessível para eles. O aplicativo é muito importante, na medida em que as novas tecnologias têm tirado do mercado inúmeros veículos locais. O papel do Google, assim como do Facebook, nesse processo é indiscutível, por isso não é de estranhar que os veículos locais estejam animadíssios com a notícia.O aplicativo está sendo testado em Nashville e Oakland e o conteúdo estará sujeito às mesmas novidades e padrões de conteúdo do Google. Fonte: Axios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: