Google deixará usuários excluirem anúncios de remarketing

30/01/2018

Resultado de imagem para remarketingMozila também anunciou novidades que vão dificultar a vida dos anunciantes

A vida não está fácil para os anunciantes que buscam direcionar os usuários com a maior precisão possível. No início desta semana, a Mozilla anunciou que adicionou o Opt-in Tracking Protection ao Firefox Quantum, a última versão do seu navegador popular. O Opt-in Tracking Protection permite aos usuários bloquear rastreadores, muitos dos quais são usados ​​por redes publicitárias, todos os tempos. Anteriormente, o Firefox bloqueava os rastreadores somente quando os usuários estavam navegando no modo privado. E a coisa pode ficar pior: o Google anunciou que está aumentando o número de propriedades web onde sua funcionalidade “Mute this Ad” estará disponível. Além disso, aplicará o “Mute this Ad” em dispositivos móveis. Uma vez que um usuário diz ao Google que não gosta de um anúncio, o Google deixará de exibi-lo em todos os dispositivos em que o usuário está logado. Talvez o mais preocupante é que o gigante das buscas também anunciou que está adicionando um novo recurso às suas Configurações que permitirá que os usuários impeçam a entrega de anúncios de remarketing. Referindo-se aos anúncios de remarketing como “reminder ads”, o Google ofereceu a seguinte explicação: “Reminder ads podem ser úteis, mas se você não estiver comprando as botas da Snow Boot Co., então não precisa de uma lembrete sobre elas. Um novo controle dentro das Configurações de anúncios permitirá que você mude os anúncios de lembrete do Snow Boot Co.. Hoje, estamos implantando a capacidade de silenciar os anúncios de lembrete em aplicativos e em sites que se associam a nós para mostrar anúncios. Planejamos expandir esta ferramenta para controlar anúncios no YouTube, na Pesquisa e no Gmail nos próximos meses.” Fonte: eConsultancy

Reino Unido vai multar organizações em até US$ 24 milhões se não instalarem segurança cibernética adequada
O governo britânico anunciou que as organizações que trabalham em serviços críticos, como energia, transportes, água e saúde, podem ser multadas em até 17 milhões e libras (US$ 24 milhões) como “último recurso” se não demonstrarem que seus sistemas de segurança cibernética estão adequadamente adequados contra ataques. Os principais requisitos para as organizações incluirão o direito das pessoas e da organização para lidar com um ataque cibernético; ter o software certo para proteger contra ataques; tendo as capacidades adequadas no local para detectar se um ataque ocorreu de qualquer maneira; e ter os sistemas certos no local para minimizar o impacto de um ataque se um sistema for violado (no caso de terem instalado os outros três). Fonte: TechCrunch

IBOPE: Confira as lojas virtuais com maior índice de recomendação do Brasil
A loja virtual de artigos esportivos Netshoes continua como o e-commerce brasileiro mais recomendado pelos próprios consumidores. É o que mostra a nova edição do Customer Experience Report (CX Report), estudo que compara as 35 principais lojas virtuais do Brasil e revela a satisfação e a experiência dos consumidores no ambiente online. Segundo a pesquisa, realizada pelo IBOPE CONECTA, referência no comportamento do consumidor digital, e pelo IBOPE DTM, unidade de marketing de relacionamento e big data do IBOPE Inteligência, a Netshoes, assim como no ano passado, tem o índice mais alto de recomendação na categoria comércio eletrônico: com 76. Esse resultado fica acima do 71 verificado em setembro de 2016. Na sequência estão o KaBuM, com 75 (era 51 em setembro de 2016) e a Saraiva (71 – era 64 em setembro do ano passado). Para chegar a esses resultados, IBOPE CONECTA e IBOPE DTM calcularam o índice de satisfação e recomendação das marcas por meio de 2 mil entrevistas online realizadas em todo o país, com consumidores a partir dos 16 anos, das classes socioeconômicas A, B e C, entre 21 de setembro e 2 de outubro. Nesta edição, a média de recomendação dos e-commerces pesquisados é de 58. No compilado anual, que considera as avaliações de setembro e dezembro de 2016, a Netshoes continua como a loja virtual mais recomendada, com 73, seguida da Zattini, também do Grupo Netshoes, com 67 e Saraiva (65). “Por meio desse estudo, é possível criar parâmetros de mercado para indicadores de satisfação e recomendação, o que permite que as empresas possam se desafiar e estabelecer metas formais de satisfação de seus consumidores”, diz Bernardo Canedo, diretor executivo do IBOPE DTM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: