Robôs, Realidade Aumentada e Algoritmos: enfrentando o desafio da entrega

05/12/2017

DHL calcula que volume de entregas vai aumentar entre 15% e 40% neste final de ano

As vendas online vão certamente bater recordes durante a temporada de compras de final de ano nos EUA. Isso significa que as empresas de transporte e logística estão sendo testadas mais uma vez. Para atender à demanda por entregas rápidas, econômicas e centradas no consumidor, elas estão investindo em tecnologia e em pessoas. A DHL,  maior empresa de logística do mundo, informou na quinta-feira, 30/11, que preve um crescimento do volume de entregas entre 15% e 40% em suas quatro unidades de logística nos EUA. Ela deve empregar cerca de 6.000 trabalhadores sazonais adicionais para suportar o aumento da demanda e está testando robôs. Em parte para ajudar a treinar funcionários e aumentar a precisão da escolha de pedidos, a empresa também está usando tecnologias de realidade aumentada. Os óculos, que permitem que os funcionários mantenham suas mãos livres, os guiam para pegar os produtos corretos e colocá-los nas cestas certas. A UPS, enquanto isso, está usando “tecnologia avançada de digitalização e classificação de pacotes que aumenta a velocidade, precisão e eficiência do processamento” e “permite a flexibilidade de roteamento de pacotes”. A FedEx está usando tecnologias de sensores que ajudarão a garantir o “uso máximo de espaço de reboque” durante o processo de carregamento. Fonte: eMarketer Retail

Estudo: engajamento móvel está se tornando mais importante do que nunca.
De acordo com o último relatório da Forrester sobre engajamento móvel, todos os dias nos EUA ocorrem mais de 30 bilhões de “momentos” de consumidores (e um número maior de micro-momentos). Isso significa que há mais oportunidades para os comerciantes se conectarem com os consumidores — e mais risco de se perderem no ruído se não for feito corretamente. “Hoje, há essa convergência dos mundos digital e físico, e existe essa rede de dispositivos que coexistem em torno de indivíduos, e o celular está na vanguarda disso”, disse Marissa Aydlett, Vice-Presidente de Marketing da Braze (anteriormente Appboy). . “… Todas as experiências são experiências móveis.” Segundo ela, não há opção a não ser trabalhar de forma multicanal. A profissional deu cinco dicas sobre como criar melhores experiências do clientes através do engajamento móvel: garantir que a equipe de marketing trabalhe sinergicamente em torno do conceito de multicanal, garantir uma excelente primeira impressão do consumidor, desenvolver um ritmo regular para o engajamento, segmentar corretamente o público e testar, testar, testar. Fonte: Direct Marketing News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: