McDonald’s busca novos gostos dos consumidores sem abandonar raízes do fast-food

28/04/2017

Crescimento do Instagram acelera. Leia abaixo

Resultados mostram que a gigante do fast-food até agora tem se dado bem nesse equilíbrio
Se você prestar atenção na atuação do McDonald’s nas redes sociais, vai perceber que, ao lado de vídeos que mostram seus cafés orgânicos e seu sanduíche “Filet-O-Fish”, feito com o pollock do Alaska, há posts com a promoção de copos de Coca-Cola de qualquer tamanho por 1 dólar e outros promovendo suas “batatas fritas crocantes e douradas”. A justaposição mostra o equilibrismo que a gigante do fast-food está tendo que colocar em prática para honrar suas raízes — e reter a maior parte da sua clientela — enquanto investe em uma nova imagem que atende às necessidades das novas gerações de consumidores — os millennials, principalmente, querem alimento mais saudável e mais natural. Até agora, tem dado certo: na terça, 25/4, a empresa relatou resultados bem positivos no trimestre — foi a sétima vez consecutiva em que houve ganho de vendas por loja sem sacrifício do lucro. Fonte: eMarketer Retail

Pesquisa: compradores B2B querem mais testemunhais e conteúdo de influenciadores
Um estudo recente da DemandGen mostrou que apenas 34% dos compradores no setor “business-to-business” citam os conteúdos criados por fornecedores como dignos de confiança, enquanto 68% confiam nas avaliações dos seus pares e 87% acreditam nos conteúdos de influenciadores. Os executivos de marketing das empresas deveriam usar mais resenhas e testemunhais para acompanhar essa tendência e promover transparência, dizem analistas, pois os compradores estão cada vez mais dispostos a se protegerem dos “papos de vendedor”, que eles descrevem como “ruído” e chegarem ao fundo da questão. Estão ficando mais inteligentes e mais exigentes. Fonte: Marketing Interactions
Crescimento do Instagram acelera ao atingir 700 milhões de usuários
Turbinado pelas Stories, assinaturas pela web e a melhor integração com celulares Android low-end, o Instagram dobrou sua base de usuários em dois anos, chegando a 700 milhões de usuários ativos por mês, duas vezes o tamanho da base do Twitter. Mais ainda: a taxa está na verdade acelerando. Nos últimos quatro meses, entraram 100 milhões de usuários, o mesmo volume dos seis meses anteriores. Eis como foi o crescimento do app: 6/10/2010 – lançamento; 26/2/2013 – 100 milhões (28 meses); 25/3/2014 – 200 milhões (13 meses); 10/12/2014 – 300 milhões (9 meses); 22/9/2015 – 400 milhões (9 meses); 21/6/2016 – 500 milhões (9 meses); 15/12/2016 – 600 milhões (6 meses); 26/4/2017 – 700 milhões (4 meses). Dessa forma, logo vai entrar no clube do bilhão, junto com outras propriedades do Facebook (WhatsApp e Messenger: 1,2 bilhão de usuários cada; Facebook: 1,8 bilhão). Fonte: TechCrunch
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: