Plataforma transforma publicidade indesejada em anúncios de ONGs

22/04/2017

brand safetyMídia do Bem promove transparência de onde a marca está sendo veiculada e ajuda causasAtendendo a um universo de publicitários e marcas cada vez mais preocupados com o espaço em que seus anúncios são exibidos na internet, a Calhau Social, plataforma digital dedicada a promover o “marketing do bem”, acaba de lançar uma solução: o Mídia do Bem, ou só MDB. O funcionamento é simples: a marca cria uma blacklist personalizada de palavras ou frases que não quer associar sua imagem, então, o MDB faz a busca automatizada e em tempo real dessas palavras em meio a textos, conteúdo editorial, matérias, e analisa o risco que a marca corre com essa associação. A partir dessa análise, não permite que a publicidade seja exibida ao lado desse conteúdo. Pesquisas feitas pela própria startup indicam que 30% das campanhas publicitárias são veiculadas ao lado de apologia à violência, e aproximadamente 25% a conteúdo adulto. Para Sheila Piestun, CEO da Calhau Social, a medida gera mais assertividade: “Queremos acabar com essa prática de “tiro no escuro” que a internet vem se tornando. Agora é a hora de definir o tipo de empresa que você quer ser, a que aparece em vídeos de terrorismo ou a que se realmente se importa onde sua mídia está inserida”. Thiago Silvestre, CTO da Calhau Social complementa: “Evitamos aquele print que muitas vezes pode prejudicar a imagem de uma empresa, diminuir vendas e fazer as pessoas questionarem a idoneidade dela”. Com a MDB, além de promover a transparência de onde e quando os anúncios estão aparecendo, é possível também ajudar organizações sociais, medida que é “a essência da Calhau Social”: “Uma vez que decidimos não exibir a mídia do cliente, podemos trocar esse banner pelo banner de uma organização social e, assim, impulsionamos a divulgação do terceiro setor.” Fonte: Adnews

28/4 é Dia do Frete Grátis para compras online
Inspirado no Free Shipping Day, evento tradicional nos Estados Unidos, a Busca Descontos criou o Dia do Frete Grátis, com 24 horas de ofertas especiais de diversas lojas do e-commerce.O objetivo principal é conscientizar o consumidor que o frete grátis não é um direito e sim um benefício. “A última edição foi em 2014 e este ano estamos relançando o evento. A nossa expectativa é que este ano o Dia do Frete Grátis gere um incremento de vendas em torno de 20% e gerando um faturamento superior no dia a mais de R$ 180 milhões”, conta. A oferta de Frete Grátis para as compras online vem diminuindo ano após ano desde 2012. Em 2013, 59% das compras online eram feitas com frete grátis, segundo dados do 34º WebShoppers, apresentado pela Ebit. Em 2015, esse número caiu para 40% e, em 2016, atingiu o menor patamar dos últimos anos, caindo para 39%. Ricardo Bove, diretor geral do portal Busca Descontos, diz que não oferecer sempre o frete grátis é uma transição natural do e-commerce. “Antes, o momento era de consolidação, por isso as empresas ofereciam o frete grátis, para conquistar clientes. Agora, o período é de maturidade. Lá fora, as empresas não utilizam mais o frete grátis todos os dias, mas aproveitam para ocasiões especiais”, explica. O Dia do Frete Grátis vai acontecer no próximo dia 28 de abril. Fonte: Giro News

Viacom adquire Porta dos Fundos
Em um comunicado divulgado à imprensa na manhã desta quarta-feira, 19, a Viacom International Media Networks (VIMN) anunciou a aquisição de parte majoritária do coletivo de humor Porta dos Fundos, incorporando a produtora e todos os ativos pertencentes ao grupo brasileiro, fundado em 2012.Segundo a companhia internacional, a aquisição do Porta dos Fundos é mais um passo na missão de ampliação da presença em território brasileiro e também representa uma ampliação do portfólio da programadora do País, que já conta com os canais Comedy Central, MTV, Nickelodeon e Paramount Channel. Segundo Pierluigi Gazzolo, presidente da Viacom Américas, a adição do Porta dos Fundos ao Grupo é um fato chave para a consolidação do sucesso regional. “Nosso investimento para a aquisição do Porta dos Fundos reforça nosso compromisso com o mercado brasileiro e amplia nossa capacidade de criar conteúdo inovador, muitas vezes já nascidos em plataformas digitais, que irão complementar os recursos e as marcas da Viacom já existentes”, declarou, em comunicado. De acordo com a companhia, a participação da Viacom no Porta dos Fundos (cujo percentual não foi relevado) pode aumentar nos próximos anos. Fonte: Meio&Mensagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: