Por que você deveria considerar o uso de chatbots

06/04/2017

Stock Market Robot TradingConsumidores conversam com assistentes digitais de forma até mais tranquila do que com operadores humanosUma pesquisa recente da Weber Shandwick descobriu que um número muito maior de pessoas vê o advento da inteligência artificial como uma coisa boa, tanto para a sociedade como para elas mesmas, do que as que veem como uma coisa ruim  — 52% versus 7% em relação à vida pessoal. Mas não apenas os consumidores que enxergam esse futuro cheio de robôs omo mais brilhante. A mesma pesquisa descobriu que 7 em cada 10 CMOs disseram que suas empresas estão usando IA ou planejam fazer isso em breve. Uma sólida maioria — 58% — acredita que as empresas, sejam qual for sua indústria, terão que adotar IA para permanecerem competitivas. E hoje a maior frente é o uso de chatbots. Através de apps como Line, Alexa e Facebook Messenger, esses assistentes digitais usam processamento em linguagem natural ou árvores de decisão para se comunicarem com consumidores ou agirem em seu nome. Os chatbots estão com cada vez mais capacidades e podem se tornar diferenciais das iniciativas de marketing. Para começar, oferecem uma nova maneira de conhecer os consumidores. Os usuários conversam com os bots cada vez mais naturalmente e até se sentem melhor do que falando com operadores humanos, pois não se sentem pressionados. Além disso geram dados mais ricos,pois coletam sentimentos, necessidades e engajamento dos consumidores. Fonte: ChiefMarketer

Atenção, TV a cabo! YouTube TV já está funcionando em parte dos EUA
No finalzinho de fevereiro, o YouTube anunciou o mais novo produto da empresa, o YouTube TV, e deve ter causado uma dor de cabeça incrível nas empresas de TV a cabo! A promessa é que você vai poder assistir televisão ao vivo e de qualquer lugar: não precisa mais do aparelho fixo ali, na frente do sofá, cama, etc). Com o vídeo divulgado nesta quarta, 5/4, que anuncia que o serviço chegou de vez para parte dos Estados Unidos, o YouTube bate ainda mais forte no sistema atual de televisão: “lembra que a gente costumava pagar, tipo, US$ 100 por tudo isso… e isso…”, diz o narrador enquanto o ator mostra que tudo agora está ao alcance do dedos (desculpem pela expressão de velho). Os moradores de Chicago, Los Angeles, Nova Iorque, Filadélfia e São Francisco já podem testar o serviço que custa US$35 por mês (a pessoa pode experimentar um mês grátis), e pode ser dividido por seis usuários de uma vez. O YouTube TV ainda não tem previsão para chegar ao Brasil — está iniciando nos Estados Unidos –, mas já começa com o pé na porta em parceria com grandes empresas como ABC, CBS, FOX, NBC, ESPN. Com o custo de US$5,83 por pessoa (a assinatura dividida por seis) e acesso a tudo isso, a TV a cabo vai ter que se reinventar logo! Fonte: Jovem Nerd

Realidade virtual, vídeos 360º e Big Data estão mudando o cenário da TV paga 

À medida em que a experiência televisiva avança na direção de mais personalização e imersão, apoiada em realidade virtual e vídeos 360º, as operadoras estão coletando e processando uma quantidade enorme de dados. Isso gera benefícios significativos e também desafios. A BI Intelligence estima que as vendas de headsets de realidade virtual aumentaram 1047% de ano para ano, chegando a 8,2 milhões em 2016, e fazendo com que o espaço de realidade virtual tenha passado de US$1 bi em receita pela primeira vez, de acordo com uma pesquisa da Deloitte. Essas tecnologias, acima de tudo, permitem que as operadoras de TV entreguem uma experiência hiperpersonalizada, particularmente em conteudo ao vivo, como esportes. Fonte: CED Magazine
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: