Qual o segredo do sucesso? Elon Musk talvez tenha a receita

26/03/2017

Tesla_SuperchargingStationComo uma “startup” que tem 30 mil funcionários projetou, produziu e entregou uma solução em 6 dias

Difícil passar um mês sem que não apareça uma novidade atrelada ao Elon Musk. Criador de empresas como PayPal, SpaceX e Tesla Motors, o sul-africano que tem também nacionalidades do Canadá e dos EUA não para de ter ideias. E, o que é mais importante, de implementá-las. Recentemente, o site OfficeChai publicou uma história curiosa e certamente esclarecedora sobre o Musk. Antes de ir direto a ela, porém, vamos dar uma repassada no processo de transformar ideias em empresas.

Até algum tempo atrás, se você tivesse uma ideia e a partir dela quisesse começar uma empresa – uma startup, como se diz agora – iria conversar com um consultor e, provavelmente, receberia o conselho de fazer um plano de negócios, ou seja, produzir um longo texto descrevendo a oportunidade, o problema que o negócio resolverá e a solução proposta pela empresa que nascerá. O plano também precisaria ter projeções de receita, lucro e fluxo de caixa para os cinco anos seguintes.

Bem, não mais. Ou, pelo menos, não necessariamente mais. Embora muitos consultores ainda trabalhem com metodologias tradicionais – que resumi, grosso modo, no parágrafo anterior – muitos tornaram-se adeptos do “movimento lean startup”.

No final deste texto, há um link para um artigo no site Endeavor que explica bem o conceito. Neste momento, porém, interessa dizer que a palavra “lean” pode ser traduzida por “enxuta”. “Lean startup”, portanto, significa “startup enxuta” e envolve um trabalho de identificação e eliminação de desperdícios nos processos; o conceito está muito ligado ao ambiente de startups de tecnologia. Há uma expressão que resume o espírito do movimento: “faça rápido, erre rápido, corrija rápido”. É um pouco mais complexo que isso claro e precisa, principalmente, de ser montado um MVP (Minimum Viable Product, Produto Mínimo Viável) como instrumento de teste (leia o artigo que falei).

O fato é que, em minha opinião, as mudanças reais, as revoluções, ocorrem quando chegam o momento certo, quando encaixam com o ritmo de sua época. E, ao mesmo tempo, quando têm um catalisador humano, alguém que é capaz de captar a ideia em meio ao ruído de tudo o que está se passando em torno e a concretiza. Nesse sentido, uma das características da nossa época é a velocidade com que tudo ocorre, e Elon Musk é um dos principais catalisadores do nosso tempo, uma pessoa ao mesmo tempo brilhante e prática – e elétrica (aqui caberia até uma piada com o Tesla). A história contada no OfficeChai exemplifica bem isso.

Em 11 de dezembro do ano passado, um usuário do Twitter enviou este tweet para Elon Musk:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: