Como videos transformaram o marketing corporativo da Shell 

23/03/2017

Resultado de imagem para make future shellFoco voltou-se para criação/veiculação de vídeos com histórias relacionadas a responsabilidade social

O marketing corporativo da Shell era dominado inteiramente pelas mídias tradicionais e mensagens institucionais. Agora, o domínio passou para a mídia digital e “storytelling” através de vídeos. Além disso, essas histórias não falam primariamente sobre a empresa, mas sobre startups de energia alternativa que ela estimula. A equipe responsável pelo marketing corporativo não veicular um comercial de TV há 4 anos — com exceção da China, onde o último comercial foi veiculado 2 anos atrás. Mas isso não significa que não haja comerciais da Shell nas TVs.Eles são usados pela equipe de marketing de varejo para ajudar a vender produtos da Shell. O foco principal da comunicação corporativa da Shell está voltado para a criação e a veiculação de videos relacionados com a responsabilidade social da empresa — atualmente, centrados na divulgação da campanha #Makethefuture, sobre jovens empreendedores sociais e empresas de energia alternativa que têm sido apoiadas por iniciativas como Shell LiveWIRE e Shell Springboard. Essas histórias são divulgadas através de um grande número de plataformas digitais, incluindo Facebook Live, Tumblr, BuzzFeed e Sina Weibo (ma China). A Shell trabalha com video blogueiros locais e influenciadores. Há também séries co-criadas com parcerias com NY Times, Wired e Channel 4. Confira este vídeo co-criado pela Shell w pelo NY Times T-Brand Studio. Fonte: ClickZ
Apple lança aplicativo Clips para tornar divertidas suas mensagens
Agora, os usuários de iPhone podem acrescentar legendas animadas, emojis e títulos para seus vídeos, usando o novo aplicativo de vídeo chamado Clips. Ele é similar ao recurso Stories do Snapchat. Com isso, a Apple está dando um passo na direção de engajar totalmente sua enorme base de usuários com suas mensagens e assim competir com o Snapchat e o Messenger, do Facebook. O Clips estará na App Store em abril e permitirá que os usuários postem seus vídeos no Instagram, Facebook, YouTube, Vimeo e mais. Mas se postarem no app Messages da Apple receberão recomendações de que para quem compartilhar, baseado em que amigos estão nos vídeos e com quem os usuários entram em contato frequentemente. Fonte: Reuters
Estudo: como desenhar um fantástico programa de fidelidade
Um estudo da Accenture ouviu mais de 25.000 consumidores e trouxe à luz alguns importantes insights sobre como os programas de fidelidade realmente funciona e como torná-los mais eficazes. Dada a enorme concorrência atual — cada domicílio americano participa de 29 programas de fidelidade na média — e o fato de que funcionam de fato — participantes germ de 12 a 18% mais receita incremental por ano do que não participantes — é fundamental conhecer esses recursos chave. Ei-los:
1. ofertas – 59% é fiel a marcas que oferecem descontos, cartões presente e ofertas especiais (mas é preciso rastrear as que geram mais resultados e lucros)
2. personalização – 41% é fiel a marcas que permitem coisas como customização grátis
3. Inovação – 41% é fiel a marcas que oferecem novas experiências, produtos e serviços
4. Celebridades – um quarto é fiel a quem faz parceria com celebridades ou “influenciadores sociais”
5. Familia e amigos – 42% é fiel às marcas preferidas por suas família e amigos
6. Participação – 44% é fiel a quem os envolve na criação de novos produtos e servios
Além dos recursos, a Accenture afirma ser imprescindível monitorar o ROI, pensar para além dos resultados financeiros e entender o que os millennials querem. Fonte:SmallBizTrends
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: