Por que varejistas digitais estão batendo os varejistas tradicionais em seu próprio campo?

06/03/2017

Imagem relacionadaVarejistas tradicionais ainda precisam decifrar o código da experiência de compra onlineA maior parte das empresas que estão revolucionando o varejo de “tijolo-e-cimento” são marcas de ecommerce que estão abrindo lojas físicas — e não os varejistas tradicionais que ocupam esse espaço há anos. Segundo Jim Cusson, presidente da Theory House, a paisagem do varejo está sofrendo uma mudança histórica. Além da consolidação, há novos protagonistas no cenário, usando inovações tecnológicas para reinventar a experiência nas lojas físicas. O maior desafio, diz ele, é que os modelos tradicionais não conseguem evoluir rápido o suficiente, mas isso não quer dizer que o varejo das lojas de “tijolo-e-cimento” esteja morrendo. Pelo contrário, há grandes marcas tradicionais que estão inovando. O Sam’s Club, por exemplo, transferiu a tecnologia dos scanners, algo que tem dezenas de anos, para os smartphones. Mas o fato é que os varejistas ainda precisam decifrar o código da experiência de compra online principalmente para reduzir o atrito inevitável em experiências de compra offline, como por exemplo as multidões que correm para as lojas durante as liquidações. A Nordstrom Rack já está fazendo isso, colocando iPads na mão dos seus vendedores para que eles possam fechar as vendas em qualquer lugar das lojas, diminuindo as filas e satisfazendo os clientes. Fonte: eMarketer Retail

Amazon vai lançar novos produtos com Alexa que poderão dar telefonemas e funcionar como interfones

Alexa é o serviço de voz que alimenta o Echo e o Echo Dot, assistentes virtuais da Amazon, e provavelmente os produtos mais “quentes” no mercado americano no ano passado A empresa agora pretende apresentar este ano mais dispositivos que usarão o serviço para iniciar ligações telefônicas. Eles também permitirão que as pessoas falem uma com as outras pelos próprios dispositivos com Alexa, através de um recurso que funcionará como um interfone. Esses recursos de comunicação, de acordo com analistas do mercado, são os potenciais “killer apps” dos dispositivos de voz. Segundo algumas fontes internas da Amazon, os novos equipamentos entraram em fase de testes beta dentro da empresa no mês passado. Fonte: Recode

NBCUniversal investe US$500 milhões na Snap
A NBCUniversal tornou-se a única empresa de mídia dos EUA com um participação acionária oficial na Snap, a dona do Snapchat. Na sexta, 3/3, a unidade da Comcast) revelou que investiu 500 milhões de dólares na Snap como uma parceria estratégica. O negócio foi anunciado no dia em que a Snap fez seu IPO — as ações subiram 44% naquele primeiro dia de negociação. A NBCUniversal tem se portado agressivamente em relação a mídias digitais: no ano passado, investiu em Buzzfeed, Vox, e adquiriu SportsEngine e Awesomeness TV. De acordo com a CNBC, a empresa gastou aproximadamente US$1,5 bi em ativos de mídia digital nos últimos 18 meses. Embora o Snapchat continue a ganhar popularidade entre adolescentes e jovens — graças a seus filtros engraçados para fotos e os Spectacles, estilosos óculosde sol que gravam — os conteúdos que empresa lançou não foram tão bem recebidos. Discover, a plataforma de “notícias” do Snapchat exige que os criadores criem conteúdos especificamente formatados para o Snapchat, mas essas histórias só durarão 24 horas e depois desaparecerão. O investimento da NBC Universal pode ser que esteja sinalizando mudanças na estratégia de mídia do Snap. Fonte: TechCrunch

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: