Carros da Audi terão conexão com sinais de trânsito

13/12/2016

Sistema monitora os sinais e toda a infraestrutura na rota dos veículos

A montadora alemã Audi está dando outro passo na direção de colocar a tecnologia mais avançada à disposição dos motoristas, com o lançamento de um recurso que integra os veículos com a infraestrutura em torno. Ainda este mês, a Audi lançará um programa que manterá os motoristas informados sobre os sinais de trânsito e a infraestrutura em suas rotas. O monitor de sinais de trânsito é uma parte do sistema conectado da Audi e estará rodando no tráfego propriamente dito pela primeira vez em junho de 2016. A cidade escolhida foi Las Vengas e o sistema estará em alguns veículos Audi. Fonte: Luxury Daily

Quando seus dados estão “no ponto” para projetos de análises preditivas?
Atualmente, as empresas literalmente vivem e morrem por mehores insights do consumidor. Isso quer dizer que o valor dos dados está maior do que nunca. No entanto, observa John Hope, diretor da Blewolf/IBM, muitas dessas empresas ainda têm dúvidas se devem implementar projetos de análise preditiva porque julgam que tudo precisa ser perfeito desde o início. Segundo o relatório mais recente daquela empresa, 81% dos cientes que usam Salesforce citaram o uso de análises preditivas como a iniciativa mais importante das suas estratégias de vendas. O problema é que muitos ao mesmo tempo acreditam que dados imaculados são um requisito indispensável para o sucesso no uso dessas ferramentas. A realidade, porém, é bem diferente: nenhum negócio tem dados perfeitos. Mais do que isso, é a existência de dados imperfeitos que oferece a oportunidade de identificar pontos de fraqueza em suas bases de dados e amadurecer suas estratégias. A questão, alerta Hope, pode ser resumida a: use-os ou perca-os. Fonte: Techtarget

J.C. Penney, Sears, Kohl’s e Macy’s são processadas por propaganda enganosa

Aparentemente, coisas como “black fraude” não ocorrem apenas no Brasil. O escritório do procurador de justiça de Los Angeles está processando quatro das maiores redes de varejo dos EUA, alegando propaganda enganosa. Segundo a ação, que deu entrada na quinta 8/12, as empresas levaram os compradores a acreditar que milhares de produtos estavam à venda com um considerável desconto. Os varejistas anunciaram enganosamente listas de preços cheios que nunca corresponderam aos preços reais dos produtos — tipo “metade do dobro”. Dessa forma, os consumidores acreditavam que estavam obtendo um benefício com o preço da promoção que nunca receberam de fato. Fonte: Total Retail
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: