“Digitologists”, o segredo da Disney para se relacionar com o público jovem

23/11/2016

Resultado de imagem para digitologists disneyEquipe de especialistas está à frente de iniciativas que mantêm a relevância da marca para todos os públicosA Disney está dando duro para que sua marca não vire mais um exemplo do “era uma vez”: usando inovação, adaptação às novas tecnologias e agindo a partir de um ponto de vista autêntico, a empresa está conseguindo se manter relevante para todos os grupos etários de fãs. No centro das iniciativas, estão os “digitolists”, uma equipe de especialistas em conteúdo e mídias digitais que se situa na interseção das marcas Disney com o espírito do nosso tempo. Segundo Andrew Sugerman, vice-presidente executivo de conteúdo e mídia na Disney Consumer Products and Interactive Media, “eles criam o que é autêntico para cada plataforma e buscam as tendências atuais para colocar junto através de uma lente relevante para os fãs Disney”. Uma dessas iniciativas é o Babble, um site de notícias e diversão dirigido a jovens pais. Já Oh My Disney mira audiências entre 13 e 34 anos. E Disney LOL produz conteúdos para crianças. O próximo passo é levar as marcas para esses mundos. O primeiro exemplo é uma parceria com a Hasbro em uma série online chamada “Boxed,” que vai na direção contrária dos populares vídeos “unboxing”, mostrando o processo de como os brinquedos são produzidos antes de serem colocados nas caixas para a venda. Fonte: Adweek

Airbnb iniciou segunda fase de suas operações
O Airbnb abalou o negócio de hotelaria, oferecendo a qualquer pessoa que tenha uma cama sobrando e um celular uma maneira de começar um negócio. O próximo passo é transformar qualquer pessoa, tenha ou não uma cama para oferecer, em um guia turístico. Na semana passada, durante o Airbnb Open, seu “festival de hospedagem” anual, a empresa anunciou um novo produto, chamado Airbnb Trips, um portfolio de excursões não-usuais desenvolvidas por guias freelancers. Brian Chesky, co-fundador e CEO da empresa, acredita que o futuro do Airbnb reside em produtos como este. Um dos primeiros tours desenvolvidos é o “The TV Writer’s Journey”, em que roteiristas de TV e cinema criaram um passeio de 3 dias que mostra como é viver e trabalhar em Los Angeles. Fonte: Vanity Fair

Pesquisa: navegar na Internet e usar outros programas enquanto se assiste TV é cada vez mais popular
Uma pesquisa da Ericsson, empresa de tecnologia de comunicações especializada em mobilidade, banda larga e nuvem, descobriu que, comparado com 2014, um número cada vez maior de pessoas estão realizado atividades digitais através de smartphones ou tablets, enquanto assiste TV. Dois anos atrás, menos de um quarto dos espectadores de TV e vídeo disse que navegavam na Internet em conteúdo relacionados com o que estavam vendo na TV. Já em 2016, o mesmo comportamento foi citado por um terço dos entrevistados. Da mesma maneira, em 2014, 15% dos respondentes disseram acessar dois ou mais programas ao mesmo tempo — este ano, o número foi de 20%. O estudo global ouviu mais de 30 mil usuários da Internet com idades entre 16 e 69 anos que têm conexão de internet banda larga em casa em assistem TV e veem vídeo em uma base semanal. Fonte: eMarketer
Zuckerberg disse que Facebook pode começar a marcar posts de notícias falsas
No Facebook, ninguém sabe se você é um mentiroso. Por enquanto. Pode ser que logo isso seja possível. O CEO da empresa, Mark Zuckerberg, publicou um post em sua página na sexta passada, 18/11, informando que a sua empresa está considerando usar flags para que os usuários saibam quando um conteúdo postado no Facebook foi identificado como falso pelos usuários ou entidades externas à rede social. Há duas formas de fazer isso, disse Zuckerberg: ou etiquetar o post como falso quando aparecer nos feeds dos usuários, e/ou alertá-los quando eles clicarem para saberem mais ou para compartilhar o conteúdo. O Facebook está trabalhando também para aperfeiçoar sua própria capacidade de identificar histórias falsas para reduzir a distribuição dessas histórias nos feeds e as seleções de “artigos relacionados” que é mostrado abaixo dos links. Além disso, a rede está buscando facilitar o processo de denúncia dos conteúdos falsos. Fonte: Marketing Land
Facebook está testando anúncios em tempo real no Live
O Facebook não está economizando recursos para fazer decolar o Facebook Live. Até uma campanha de outdoors foi empregada. Mas agora o jogo passou para outro campo: a rede está anúncios em tempo real que marcas e veículos podem usar para alertar os usuários das suas transmissões ao vivo. Até então, eles promoviam os seus conteúdos no Facebook Live através de posts patrocinados antes da transmissão ou tão logo ela terminava. Os novos anúncios aparecerão nos newsfeeds enquanto a transmissão estiver sendo realizada, dando às marcas e aos veículos a oportunidade de agarrar o usuário na hora, comentou, Liam Copeland, diretor da Movement Strategy. O Facebook confirmou o testes mas não deu outros detalhes. Fonte: Digiday

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: