Facebook suspende uso de dados do WhatsApp no Reino Unido 

09/11/2016

Resultado de imagem para unlockd

Quem visualiza anúncios no Unlockd ganha descontos. Leia abaixo

O uso seria o primeiro passo que o Facebook dá para monetizar o serviço de mensagens

No mês passado, as agências reguladoras da União Europeia disseram que o Facebook deveria parar de processar dados dos usuários enquanto investigam as mudanças na política de privacidade anunciadas pela rede em agosto. Agora, o Facebook concordou em suspender o planejado uso de dados com objetivos publicitários ou de melhoria dos produtos dos usuarios ingleses do WhatsApp. A informação foi publicada pela comissária de informação do Reino Unido, Elizabeth Denham, em um post do blog da agência na segunda, 7/11. O processo ainda vai dar muito pano pra manga, considerando que as mudanças no WhatsApp são os primeiros passos que o Facebook dá na direção de monetizar a plataforma desde que ela foi adquirida, em 2014, por US$ 2 bilhões. Fonte: Bloomberg 
App que oferece descontos para que os usuários vejam anúncios tem enorme crescimento
Unlockd — uma startup australiana que desde o início de 2016 oferece descontos em troca anúncios nos celulares na rede de planos baratos Boost, que pertence à Sprint — está pronta para levantar US$30 milhões de investidores até o Natal e começar uma nova fase de crescimento. Atualmente, cerca de 500 mil (6%) dos usuários da Boost nos EUA optaram pelo app “Boost Dealz” que dá um desconto de 5 dólares/mês em contas prepagas que são em geral na faixa de US$30 a US$35. O desconto exige que os usuários vejam um pop-up — geralmente um que tem um desconto ou cupom — a cada duas ou três vezes que desbloqueiam seus telefones. Está funcionando: a base usuários do Boost Dealz pode dobrar até o final do ano, afirmou o fundador e CEO da Unlockd, Matt Berriman. Esse desconto, acrescentou, podem aumentar algumas vezes no próximo ano. Fonte: The New York Post
Estudo: vídeo e Facebook dominam o marketing B2B
As mídias sociais estão mudando rapidamente. Redes como Instagram e Snapchat estão crescendo em popularidade e embora continuem a operar principalmente no mundo do B2C cada vez mais empresas B2B estão subindo a bordo. Ao mesmo tempo, o alcance orgânico do Facebook está despencando e o vídeo — seja no próprio Facebook, no Youtube, ou no Snapchat — é mais importante do que nunca. Como as empresas B2B estão se adaptando? Um novo estudo da Clutch, joga luz sobre o estado das mídias sociais B2B em 2016. O relatório afirma que 95% dessas empresas têm uma presença no Facebook porque o desempenho é superior ao de outras redes, ainda que o alcance orgânico tenha diminuído. Vídeo é o tipo de conteúdo B2B com melhor desempenho de acordo com 23% das empresas, superando por pouco as fotos, com 22%. Fonte: Business2Community

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: