Como Pokémon Go está mudando as atitudes consumidores sobre serviços de localização

08/11/2016

 

Kate Paine, da Ben&Jerry’s, explica como a marca está usando o Instagram. Leia abaixo

Waze, Uber e Lyft são outros apps que dependem da informação sobre a localização dos usuários — e estão crescendo exponencialmenteOs consumidores costumam ficar com um pé atrás quando se trata de compartilhar a localização deles via dispositivos móveis. A exceção: mapas e apps de navegação. Mas isso parece que começou a mudar. O principal vetor da mudança é o Pokémon Go. O fenômeno em que se transformou esse jogo comprova que, quando um app oferece valor que o consumidor reconhece, ele oferece sua localização de forma bem tranquila. Desde seu lançamento, em julho passado, o Pokémon Go já convenceu milhões de consumidores a compartilhar suas localizações em tempo real para poder encontrar os “pocket monsters” escondidos no mundo físico. Outros apps também estão conseguindo superar esse obstáculo e ganhar a confiança dos consumidores. Segundo o “2016 US Mobile App Report,” da comScore, seis apps cresceram em triplos e até quádruplos dígitos entre junho de 2014 e junho de 2016 e três entre eles, Waze, Uber e Lyft, dependem dos usuários compartilharem as localizações. Fonte: eMarketer

 

 

Facebook mostra sua mão: Messenger está testando Instant Games 

Segundo o TechCrunch, o Facebook Messenger está se preparando para lançar uma nova plataforma de Instant Games que deixará as pessoas jogar com amigos. A King.com, fabricante do Candy Crush, já está testando um desses Instant Games chamado “Shuffle Cats Mini” na Nva Zelândia. Outros estúdios, incluindo o Big Viking (Dar Heroes, Monsters & Dungeons, entre outros), também estariam se preparando para o lançamento da plataforma Instant Games. Até agora, o Facebook estava em grande parte fora do mundo dos jogos móveis nativos, dominado por iOS e Android. Mas, ao construir games dentro do Messenger e usando-o como um portal para app de web móveis, o Facebook pode criar uma nova plataforma que vai gerar engajamento para o Messenger. Os usuários irão ao Messenger para jogar Instant Games, desafiar os amigos via mensagens do Facebook e potencialmente leve a compras “in-game” no Facebook. Fonte: TechCrunch
Ben & Jerry’s: como ser eficaz com Instagram

A Ben & Jerry’s é uma divisão da Unilever que produz sorvetes, iogurtes congelados e produtos inovadores. Foi a segunda marca a anunciar no Instagram e, dessa forma, tem uma visão privilegiada sobre a evolução da plataforma como forma de publicidade paga. Em entrevista recente, a gerente de marketing digital da marca, Kate Paine, falou sobre a eficácia do Instagram e como compará-lo com o Snapchat. Segundo Paine, o Instagram é uma plataforma orgânica que tem se mostrado muito eficaz para a Ben & Jerry’s. Até mesmo de forma surpreendente em alguns formatos, como o vídeo: “O interessante é que estamos vendo uma taxa de engajamento em vídeo no Instagram maior do que no Facebook (que é proprietário do Instagram)”. Outro ponto forte é a capacidade de mensuração da plataforma. Segundo Paine, “ela me fornece a informação que preciso para avançar com as campanhas, em termos de impressões totais, alcance, cliques nos anúncios, taxa de visualização, quantidade de ‘likes’, nível de engajamento e CPM.” Quanto ao Snapchat, a marca ainda não usa anúncios nessa plataforma, pois acha que ela ainda não está pronta para as marcas, mas usou geofilters com bons resultados. Fonte: eMarketer

Site oferece 10 dicas para a recuperação de consumidores inativos

Além de recuperar o cliente, você tem a chance de aprender como reter os clientes atuais
Hoje em dia, a recuperação de clientes inativos é cada vez mais importante. Inclusive para entender melhor como reter os clientes atuais. A forma mais comum de fazer isso atualmente é através de email e o uso de “momentos mágicos”, como aniversários, datas especiais, além de envio de cupons com prazo limitado. A Direct Marketing News fez uma lista de elementos com os quais devemos nos preocupar ao tentar re-engajar seus consumidores.
# 1 – Metas. Por banal que isso possa parecer, é importante construir uma lista de metas como base da campanha; de outra forma, pode-se termina criando emails de mais ou de menos e não conseguindo o objetivo.
# 2 – Frequência. A atenção a esse elemento funciona como uma forma de melhorar a mensuração e saber o que, quando e para quem deve se enviar mensagens.
# 3 – Segmentação. Uma empresa que não consegue reconhecer as necessidades de quem costumava se relacionar com quem costumava se relacionar com ela dificilmente vai consegui-lo de volta.
# 4 – Personalização. Praticamente, um corolário do anterior; a diferença é, neste caso, é a ênfase na mensagem.
# 5 – Mobile. Acabou o tempo de campanhas pensadas apenas para computadores; é preciso investir em mobilidade e até em geolocalização.
# 6 – Filtros. Outro elemento de segmentação: a campanha deve passar por filtros para chegar diferenciadamente a indivíduos diferenciados — quem é inativo há seis meses, nove meses, um ano, e assim por diante
# 7 – Tema. As campanhas devem ser desenvolvidas em torno de um determinado tema, como final de ano, ou aniversários;essas campanhas costumam ser as mais bem sucedidas, principalmente quando têm uma promoção especial ou um cupom incorporado a elas.
# 8 – Concursos. Esse é outro elemento de ativação que faz bastante sucesso.
# 9 – Pesquisas. É possível que a inatividade ocorra porque o consumidor não se sente ouvido;mate dois coelhos de uma cajadada, ouvindo-o e aprendendo sobre outros consumidores.
# 10 – Recomendações de produtos. Pedir a um consumidor a recomendação de produtos pode gerar um entendimento claro da atual e futura posição na mente do público;além disso, pode-se enviar campanhas a partir das recomendações, o que sempre se mostra produtivo.
Fonte: Direct Marketing News

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: