Empresas de midia começam a jogar duro com ad blockers

19/10/2016

Resultado de imagem para ad blockersLeitores começam a ser obrigados a assinar para poderem ter acesso a versões sem publicidade

The Atlantic, uma revista de política e cultura, tem uma notícia para os leitores do seu site que usam bloqueadores de anúncios: desabilite-os, pague ou vá embora. O site lançou uma nova opção de assinatura digital sem publicidade que vai de U$3.99/mês a U$39.99ano. Quem tentar ler Atlantic com um software de ad-blocking habilitado será estimulado a colocar o site em uma “whitelist”, ou seja, permitir que os anúncios possam ser mostrados, ou assinar um modelo sem publicidade. “Publicidade digital é a nossa maior fonte de receita”, afirmou Kim Lau, senior vice president de The Atlantic. “É óbvio que nos preocupamos se há um segmento da população – e potencialmente um segmento crescente – que não entende essa troca de valor.” Os sites de mídia têm estratégias variadas em relação ao modo de tratar os bloqueadores de anúncios, mas alguns estão seguindo um curso similar a The Atlantic. Business Insider começou recentemente a estimular os leitores com ad blockers a colocar o site numa whitelist ou assinar em um modelo de assinatura paga que está testando. The New York Times deixou escapar que está aprontando uma opção de acesso digital sem publicidade. Fonte: The Wall Street Journal

A Apple está pronta para matar seu projeto do carro autônomo?
O programa ultrassecreto do carro autônomo da Apple está definhando. No mês passado, The New York Times relatou que a Apple dispensou dezenas de funcionários depois que decidiu abandonar os planos de construir seu próprio carro e em vez disso desenvolver tecnologia de direção autônoma que pode ser compartilhada com uma das montadoras existentes. Mas agora mesmo essa visão menos ambiciosa pode estar em perigo. A Bloomberg contou que centenas dos funcionários do Project Titan sairam ou receberam outras tarefas, e a empresa estabeleceu o final de 2017 como data final para o programa do carro — que empresa cerca de 1.000 pessoas — para provar sua viabilidade. É provável que a Apple não tenha conseguido antecipar todas as questões que envolvem a complexa cadeia de suprimentos automotiva, mas a questão é que o projeto teve sério problemas de liderança. Fonte:Vanity Fair

A revolução da tela cheia: estamos vendo um novo padrão de publicidade digital e multiplataforma emergindo?
O Snapchat está pronto para ultrapassar tanto o Twitter como o Pinterest no final do ano, atingindo 150 milhões de usuários. Portanto, a decisão de expandir sua publicidade foi inteligente e o formato Snap Ads Between Stories parece estar destinado a ser um grande sucesso – principalmente por seu forte foco na experiência do usuário e na qualidade criativa. Instagram e Facebook seguiram o exemplo. O Instagram lançou “stories,” que parece ter saído direto do manual do Snapchat. Já o Facebook lançou seus anuncios Canvas, de tela inteira. As similaritdades entre os três produtos são difíceis de ignorar. Para começar, todos oferecem às marcas a tela inteira do smartphone para contar suas histórias. Isso significa um afastamento total tanto dos pequenos banners in-app quando do movimento de publicidade nativa. Esses novos formatos oferecem mais felixibilidade criativa e oportunidades para um nível de narrativa que era difícil de ter até agora. Além disso, o Facebook começou a colocar vídeos verticais no newsfeed. Tudo indica, portanto,que estão começando a emergir um novo padrão para a publicidade digital e multiplataforma. Fonte:The Drum

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: