Hackers criam indústria de malware e já possuem até estratégias de marketing

08/10/2016

Resultado de imagem para hackersEles usam até marketing de afiliação — e há suspeitas de que afiliados podem distribuir ransomware em suas empresasO malware deixou há bastante tempo de ser um hobby e já é um negócio lucrativo, criado e distribuído por cybergangs e criminosos na darknet (ou deep web). Um exemplo disso são os criminosos que criaram o ransomware Petya e seu irmão mais novo, o Mischa. Esses dois trabalham em conjunto para criptografar discos e arquivos, forçando as vítimas a pagarem muito dinheiro para recuperar o acesso aos seus computadores e arquivos. Agora, os autores iniciaram uma estratégia de marketing para promover o uso do seu malware: criaram uma marca e também um programa de incentivo com elevadas recompensas, tornando possível para qualquer iniciante em TI ser capaz de ganhar dinheiro com o cibercrime. “O cibercrime agora é semelhante ao tráfico de drogas na vida real. Você não precisa ser um químico para lidar com drogas; você pode se tornar um negociante associado a uma gangue. Como agora você também não precisa saber como escrever código de malware para distribuí-lo. Você pode simplesmente comprá-lo a partir da darknet e negociá-lo” – diz Michal Salat, diretor de Inteligência de Ameaças da Avast. O que é ainda mais preocupante, suspeitam os pesquisadores da Avast, é que existem afiliados prontos para espalhar ransomware dentro das empresas em que trabalham, segundo indicam postagens em sites da Janus. Segundos eles, você pode melhorar sua segurança fazendo o seguinte:
– Não abra quaisquer anexos suspeitos (por exemplo dos tipos ‘js’, zipados, .wsf ou .vbs)
– Deixe desativadas as macros do Microsoft Office por padrão e nunca ative com anexos desconhecidos que venham por e-mail
– Mantenha cópias atualizadas dos dados importantes em local seguro, seja online ou offline
– Assegure-se de que o sistema operacional e os aplicativos estejam sempre atualizados

Twitter oferece mais praticidade para pequenos e médios anunciantes

O Twitter Ads (@TwitterAdsBR), ferramenta de anúncios “self-service” do Twitter que possibilita que as empresas criem de forma autônoma e prática campanhas de marketing, comunica que a partir de agora passa a aceitar o pagamento em reais com cartões de crédito nacionais no Brasil. A novidade traz às empresas mais facilidade na criação de anúncios, já que o investimento em moeda local permite maior previsibilidade e controle do orçamento. Além disso, a partir de agora as empresas podem iniciar campanhas com um investimento de qualquer valor, que pode ser aumentado gradativamente de acordo com o seu desempenho e objetivos. A compra de mídia pode ser feita no modelo pré-pago, opção que oferece um jeito mais fácil de degustar a mídia do Twitter. O resultado destas campanhas e ações podem ser acompanhado e analisado em tempo real. Fonte: Adnews

Alatur JTB traz ao Brasil nova solução para gerir eventos

O Grupo Alatur JTB fechou um acordo para ser a revendedora oficial no Brasil da Cvent, plataforma de gestão de eventos baseada na nuvem que tem mais de 16 mil clientes em todo o mundo. Trata-se de uma solução tecnológica que automatiza todo o ciclo de vida de um evento, incluindo a criação de um site e aplicativo, a gestão dos participantes, o contato entre eles e os organizadores, e também a análise de dados após a realização para mapear seu impacto. A Alatur JTB vai oferecer a ferramenta por meio de seu programa Programa Estratégico de Gerenciamento de Eventos (PEGE+), tanto utilizando a solução diretamente com seus clientes quanto revendendo a outras TMCs do mercado. “As empresas estão mudando a forma de se relacionar com o mercado, e na área de eventos essa é a grande solução já utilizada no Exterior. Tenho certeza que será um grande e lucrativo negócio para a Alatur JTB”, disse o sócio do grupo, Ricardo Ferreira, ao Portal PANROTAS.
Smiles e Gol anunciam mudança em regras de programa de fidelidade
A Smiles informou nesta quinta-feira (6) que a Gol adotará novas regras para o acúmulo de milhas e para o upgrade de categorias no Programa Smiles a partir de 3 de janeiro de 2017, a fim de, entre outros fatores, tornar o programa mais competitivo. “Com as novas regras, fidelizaremos ainda mais clientes tanto para Gol quanto para a Smiles, maximizando nossas iniciativas de receita”, disse o presidente-executivo da Smiles, Leonel Andrade, em comunicado ao mercado. Entre as alterações, o usuário vai poder subir de categoria com milhas qualificáveis ou trechos, enquanto no sistema atual ele consegue fazer isso usando apenas milhas qualificáveis. Também será possível ao usuário acumular milhas em todas as passagens, até nas promocionais e nos feirões. Por exemplo, a partir do próximo ano, o usuário precisará acumular 10 mil milhas ou 10 trechos para entrar na categoria Smiles Prata. Hoje, ele precisa ter 10 mil milhas, conforme as informações disponíveis no site www.novasmiles.com.br, da empresa de fidelidade. Fonte: UOL Economia
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: