Como a tecnologia está redefinindo o marketing

19/08/2016

Marketing Redefined- 3 Ways Technology Is Transforming MarketingOs modelos de negócio estão mudando cada vez mais rapidamente, empurrando o marketing para cima na estrutura das organizações

Que o mundo está mudando rapidamente ninguém tem dúvidas. Novos modelos de negócios estão aparecendo como cogumelos. Vejam só o exemplo do Uber. É a maior empresa global de táxis — mas não tem um carro sequer. Ela usa tecnologia e dispositivos móveis para conectar indivíduos que precisam de corridas com indivíduos que têm carros. Outros exemplos são os “Facebook mobile ads”, que 24 meses atrás sequer existiam e hoje compõem a plataforma publicitária líder do mercado, Inteligência Artificial, que era uma coisa de filme de ficção científiuca e hoje é usada para criar produtos inovadores como o Alexa, da Amazon, e o carro autônomo do Google, e Realidade Virtual, inacessível há apenas 3 meses e que agora está nas mãos das pessoas, com o Oculus. Segundo a Marketo, as mudanças têm implicações talvez ainda maiores quando se trata de marketing. Em primeiro lugar, a tecnologia está empurrando o marketing para cima na estrutura das organizações, na medida em que a experiência do consumidor ganha cada vez mais importância. Além disso, a própria natureza dos dados está em evolução. Não se trata mais de tabelas com linhas e colunas, mas de conexões reais com consumidores reais, ouvindo e respondendo a eles. Fonte: Marketo
Beacons avançam: agora, são parte integrante dos displays das lojas
Os “beacons”, sensores que conectam equipamentos aos dispositivos móveis dos consumidores, continuam a evoluir — assim como a maneira como as empresas estão utilizando-os. Até recentemente eram pequenos dispositivos externos, com baterias e transmitindo por rádio; agora a tecnologia está sendo integrada e incorporada nos próprios equipamentos das lojas. O movimento começou com lâmpadas especiais e pontos de acesso, mas agora se expande. A Shelfbucks, empresa do Texas que no ano passado instalou beacons nas lojas GameStop acaba de assinar uma parceria com a Great Northern Instore, que cria displays de lojas para marcas como Kraft, 3M, United Hardware, SC Johnson e Logitech. Os beacons serão instalados dentro dos produtos antes deles serem enviados para os varejistas. A chave aqui é que os sensores tornam-se parte das estruturas físicas das lojas e não algo a ser adicionado eventualmente. Fonte: IoT Daily

Pesquisa: adolescentes gostam de ir a lojas físicas

Segundo uma pesquisa bem recente, julho de 2016, os adolescentes, em praticamente todas as categorias de produtos, preferem fazer compras da maneira tradicional: em lojas físicas. Apenas quando se trata de games, que tendem a ser produtos inteiramente digitais, a preferência de compra é online. No caso de computadores e roupas, a preferência pela compra offline é ligeiramente superior, mas quando se trata de comida, saúde e beleza, e sapatos, a preferência por compras nas lojas físicas é bem maior. E os adolescentes não estão sós: uma pesquisa da Salesforce descobriu que dois terços dos internautas dos EUA preferem comprar roupas, calçados e acessórios nas lojas. E quase a totalidade, 95%, disseram preferir comprar comida em uma loja. Os executivos das empresas, aparentemente, estão atentos a isso: uma pesquisa da TimeTrade apontou que metade dos executivos de varejo disseram que seu foco para este ano é garantir uma melhor experiência do consumidor. Fonte: eMarketer

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: