Facebook declara guerra aos ad blockers

10/08/2016

A ideia é dar mais controle aos usuários sobre o que eles veem

O Facebook acredita ter o antídoto para o bloqueio de anúncios. Nesta terça, 9/8, a gigante das mídias sociais e atual queridinha da publicidade lançou uma ferramenta que permite que os usuários adicionem e remova interesses em uma seção de”ad preferences” e assim tenham mais controle sobre os anúncios que vê em seus feeds. O Facebook contratou a Ipsos MORI para entender melhor o que leva as pessoas a usar bloqueadores de anúncios. Depois de pesquisa 2 mil pessoas em seis países — EUA, Grã-Bretanha, França, Alemanha, Índia e Brasil — a Ipsos descobriu que a maioria das pessoas (69%) disse que o fator principal são anúncios invasivos. “Embora as pessoas queiram uma experiência online personalizada, elas não gostam de anúncios invasivos, mesmo os personalizados”, comentou Adam Isaacson, diretor de pesquisa da Ipsos Connect. “Aqueles que bloqueiam o conteúdo na página, que aparecem em pop-up com som e que deixam o conteúdo mais lento na página foram vistos como invasivos em nossa amostra qualitativa.” Fonte: Adweek
J.Crew conta com venda no Instagram para atrair fãs da marca
A primeira pré-venda via mídias sociais da J. Crew, um dos maiores varejistas de vestuário dos EUA, começou nesta terça, 9/8: 50 pares de óculos de sol estão disponíveis uma semana antes da chegada oficial da coleção September 2015 nas lojas. Um link estará exclusivamente no Instagram à disposição dos seguidores da marca que prestarem atenção aos seus feeds. Primeiro, serão postados teasers no Instagram Stories com fotos dos óculos e mensagens para os usuários buscarem mais informações. Depois, a J.Crew postará uma foto em sua conta no Instagram com instruções sobre como obter um dos 50 pares, vendidos a US$ 128. Mas a empresa espera que a venda leve os consumidores a interagir com a marca em um nível que vai além de simples descontos e inicie um processo que mude o fato de que as vendas vêm declinando nos últimos trimestres — um fenômeno que também afeta seus concorrentes, como Banana Republic, Gap e Ann Taylo. Fonte: Glossy

O Apple Watch 2 vem aí e deve incluir GPS e bateria melhor
O analista da KGI Securities Ming-Chi Kuo publicou uma “research note” para os investidores neste domingo, 7/8, na qual prevê que o novo Apple Watch 2, que deverá ser lançado ainda neste semestre terá um processador mais rápido, GPS, barômetro e uma bateria de capacidade maior, além de resistir melhor à água. Kuo tem reconhecidamente boas conexões dentro da cadeia de suprimentos da marca e acredita que a segunda geração do Apple Watch manterá o mesmo tamanho de tela e a espessura dos modelos atuais, embora sua tecnologia permita um display mais fino. Apesar dos avanços, o analista não acredita em suporte a LTE até 2017, o impedirá conectividade via celular já nesse modelo. Ele também prevê que modelos mais atualizados do Apple Watch de primeira geraçãom serão lançados ainda este ano. Fonte: MacRumors

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: