Netflix atingiu 83 milhões de assinantes, mas cresceu menos do que esperava nos EUA

20/07/2016

NetflixTrês meses antes, a empresa previa um crescimento da ordem de 2 milhões de novos assinantes globalmente


No último trimestre, a Netflix acrescentou 160 mil assinantes nos EUA e 1,52 milhões, no restante do mundo. Com isso, chegou a 83 milhões de assinantes. Mas os números não deixaram a empresa feliz. A empresa planejava um crescimento da ordem de 500 mil assinantes nos EUA e 2 milhões no restante do mundo (chegando a 84 milhões) e credita o fracasso ao aumento do churn no período, provavelmente devido à decisão de encerrar preços promocionais para os usuários que tinham assinaturas há muito tempo. Fonte: VentureBeat

Google adquire motor de busca profunda para aperfeiçoar seu app de chat em grupo 

O Google fez outra pequena aquisição com o objetivo de continuar a consolidar seus mais recentes esforços em apps sociais. O gigante de busca e do Android contratou a equipe por trás da Kifi, uma startup que estava construindo extensões para coletar e buscar links compartilhados em apps sociais, alémn de oferecer recomendações para outros links — como, por exemplo o Kifi for Twitter. Os termos do negócio não foram divulgados mas, de acordo com o diretor de engenharia do Google, Eddie Kessler, a equipe da Kifi vai trabalhar com o Spaces, o app de chat em grupo do Google, lançado nos início deste ano mas que ainda não havia conseguido decolar. Trata-se, portanto de uma “acqui-hire”, comprar a empresa para trazer a equipe. Fonte:TechCrunch
ANA lança guia para melhorar relacionamentos clientes-agências
A Association of National Advertisers, em conjunto com a Ebiquity/FirmDecisions, publicou um guia para orientar as marcas sobre como desenvolver relacionamentos mais produtivos e transparentes com suas agências de publicidade (e outras disciplinas de marketing). O relatório explora tópicos como governança interna e enfatiza que depende principalmente dos anunciantes melhorar o relacionamento. Para isso, as empresas devem em primeiro lugar olhar para elas mesmo e reavaliar como governam suas parcerias com as mídias, disse Bill Bruno, CEO da Ebiquity North America. O relatório pode ser acessado em http://www.ana.net/content/show/id/industry-initiative-recommendations-report. Fonte: AdExchanger

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: