Vem aí o Amazon Prime Day — mas a Walmart não vai ficar parada

01/07/2016

Para contrabalançar o evento que pretende ser maior que o Black Friday, o varejista anuncia seu próprio festival de vendas

O próximo 12 de julho será o Amazon Prime Day 2016, um evento que está sendo anunciado como maior que o “Black Friday”. É a segunda vez que o gigante do e-commerce realiza esse festival de compras e desta vez haverá mais de 100 mil itens com descontos exclusivos para os assinantes do programa Prime em todo o mundo. Além disso, as ofertas começarão já na semana de 5/7 com uma TV de 32 polegadas, mais um Fire TV Stick, por US$ 119,99. Mas a concorrência não pretende ficar sentada assistindo. A Walmart já anunciou uma série de ofertas para fazer frente à Amazon. Para começar, 30 dias grátis em serviço de entrega em dois dias. E um julho inteiro de descontos em um amplo conjunto de produtos, que vão de piscinas a eletrônicos. Fontes: The Verge, CNBC
Para anunciantes em mídias sociais, Facebook produz melhor ROI
Praticamente todos os anunciantes em mídias sociais do mundo acreditam que o Facebook produz o melhor ROI e é essencial para o sucesso nesse canal, revelou uma pesquisa feita em março de 2016 pelas empresas Social Fresh, Firebrand Group e Simply Measured. Foram ouvidos 551 executivos de anunciantes em todo mundo a quem se pediu oara escolher até três plataformas de mídias sociais que eles consideravam produzir o melhor ROI. 95.8% deles apontaram o Facebook, 63.5% também escolheram o Twitter e 40.1% incluíram Instagram. Surpreendentemente (na visão dos pesquisadores), apenas 2.1% disseram que o Snapchat produz o melhor ROI. Fonte: eMarketer
Apple Pay ou Android Pay? Nenhum dos dois. Consumidores preferem os apps dos próprios varejistas
Um novo estudo da Parks Associates, Context is King: Monetizing Consumer Data for Commerce, revelou que os consumidores estão aderindo aos aplicativos de pagamento móvel, com mais de 25% dos usuários de smartphones nos EUA usando essas soluções pelo menos uma vez por mês. Os varejistas também estão indo nessa onda: mais de 3 milhões já aceitam Apple Pay e Android Pay. A novidade, porém, é que os consumidores usam mais frequentemente os apps dos próprios varejistas, como o da Stabucks, que realiza 5 milhões de transações/mês. “Para as redes com uma base de consumidores fieis, a funcionalidade do pagamento móvel é uma adição útil às carteiras mobile atuais, que permite resgatar prêmios, usar cartões de presente e resgatar cupons de desconto”, disse Chris Tweedt, analista da Parks Associates. “Esses varejistas deveriam usar a funcionalidade de pagamento dentro da carteira para alertar os consumidores sobre cupons e ofertas na hora em que eles fazem uma compra e conectar as transações a consumidores específicos para validar de forma efetiva campanhas de marketing, avalia estratégias de merchandising, segmentar compradores e melhorar a entrega de anúncios.” Mas ela aconselha os varejistas a planejarem a aceitação em curto prazo das principais soluções de pagamento móvel – Apple Pay, Android Pay, and PayPal – porque a aceitação delas logo irá atingir uma massa crítica. “Os varejistas que demorarem a aceitar essas soluções podem perder a oportunidade de influenciar o processo e obter insights valiosos”, comentou ela. Fonte: Mobile Commerce Daily

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: