Correios dos EUA estudam lançar uma moeda virtual

31/05/2016

Confiabilidade do serviço mais tecnologia “blockchain” pode ser igual a mais lucros

Ao mesmo tempo em que tentam convencer o Congresso dos EUA a aprovar um pacote de reformas que representará dinheiro suficiente para substituir sua frota de caminhões, uma relíquia pré-internet, os correios americanos estão buscando outras soluções, mais com cara do Século 21. Uma dessas soluções, segundo um relatório recente do Office of the Inspector General, envolve o uso de tecnologia “blockchain” — o sistema operacional por trás do Bitcoin — para acelerar os seus negócios. Os correios americanos já movimentam enormes somas através da transferência de fundos em sua rede global de 600 mil agências, a ponto de estar estudando a transformação delas em verdadeiras agências de bancos. A adoção de um “postalcoin”, graças às capacidades transacionais peer-to-peer do blockchain, faria com que o dinheiro fluísse mais livremente, garantindo mais velocidade às transações e daria mais relevância ao negócio de transferência de fundos na “era da carteira digital”. Fonte: Direct Marketing News

Facebook anuncia expansão de sua rede de publicidade
Dois anos atrás, o Facebook lançou sua rede de anúncios, a Facebook Audience Network. Segundo a empresa, o objetivo era apoiar empresas e desenvolvedores, apresentando anúncios de alta qualidade às pessoas que visitam seus websites e apps. Mas eles só apareciam para quem tinha conta no Facebook. Agora, isso mudou. Na quinta passada, 26/5, foi anunciada a expansão da rede: agora, todos poderão ver os anúncios, inclusive quem não tem conta ou não está conectado ao Facebook. Em post publicado no blogNewsroom.fb.com, Andrew Bosworth, VP, Ads and Business Platform do Facebook, destacou o cuidado que têm com integridade dos seus anúncios. Seus padrões rigorosos incluem até tecnologia que determina quando alguém clicou em um anúncio por acidente. “Nós também oferecemos a todos controles sobre os anúncios que veem, incluindo ferramentas para fazer opt out”, ressaltou Bosworth. Fonte: Newsroom.fb

Pesquisa: consumidores gostam de pagar com seus celulares — mas preocupam-se com segurança
Bancos e outros provedores de pagamentos móveis precisam melhorar a explicação dos recursos de segurança da tecnologia se quiserem convencer mais consumidores a usá-la, relata um novo estudo da The Pew Charitable Trusts. O lado bom é que, apesar dessa forte preocupação, o uso dos dispositivos móveis para pagamentos, principalmente em compras, continua a crescer. E cresce em todas as faixas etárias, embora as gerações mais jovens tenha uma taxa de adesão mais rápida aos pagamentos via smartphones. A pesquisa também descobriu as principais razões alegadas para o uso de pagamentos móveis são prêmiações e descontos. Fonte: Pittsburgh Post-Gazette

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: