A semana que passou: modelo Uber em risco e outras novidades

08/05/2016

Por mais que isso possa incomodar uns e outros, mas o fato é que o modelo atual do Uber é transicional. Lembra-me um pouco a Netflix de dez anos atrás, quando as pessoas recebiam assinavam para receber DVDs em casa, o que destruiu gigantes como a Blockbuster.

Mas o verdadeiro pulo de gato da empresa foi entender que precisaria evoluir para o modelo de transmissão online (e talvez precise evoluir para outra coisa).

Aparentemente, a Uber está vivendo esse momento em que precisará entender com clareza para onde evoluir. Ou irá morrer. Porque os desafios se avolumam. O mais recente veio do judiciário americano.

A justiça dos EUA entrou com uma ação nacional (fora California e Massachussetts) contra a empresa que envolve, queiram ou não, todos os motoristas da Uber. A ação pede para que todos os motoristas da Uber sejam classificados como empregados e não como “independent contractors”, o que implicará em custos monumentais de “salários” aanteriores, reembolso de despesas e até gorjetas que “foram recebidas, mas roubadas pela Uber”, devido às políticas da empresa.

Outra empresa que está buscando se reinventar é a Oracle, que comprou a Textura por US$663 milhões na semana anterior, dando à gigante de database uma solução de construção vertical na nuvem, e esta semana comprou a Opower por US$532 milhões, ganhando assim uma solução de serviços na nuvem. Analistas comentam que, aparentemente, estamos vendo um padrão.

Noutra direção, a GoPro publicou na quarta, 4/5, um video fantástico do lançamento de um foguete suborbital que atingiu a altitude de 120 quilômetros à velocidade de Mach 5.5.

No campo das mídias sociais, a principal novidade veio do Periscope. O aplicativo de vídeos ao vivo do Twitter está testando (fase Beta) um novo recurso que vai tornar “mais fácil salvar seus fluxos indefinidamente”. Com um simples hashtag no título do fluxo, o Periscope o salvará dentro do app pelo tempo que o usuário decidir. Até agora, a única maneira de saber um fluxo em mais tempo do que 24 horas era salvá-lo na câmera e depois publicar em serviço como YouTube ou Vimeo.

Por falar no Twitter, o microblogging lançou um novo tab no app móvel, Connect. Ele permite que os usuários possam encontrar “uma lista detalhada de pessoas e contas que você achará interessante seguir, todos facilmente acessível em um lugar”. O Connect já está disponível para “todo mundo com Twitter for iOS e Android”.

Fontes: TechCrunch, YouTube, The Next Web, Twitter/Blog

Uma resposta to “A semana que passou: modelo Uber em risco e outras novidades”

  1. […] Fonte: A semana que passou: modelo Uber em risco e outras novidades […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: