Em um mundo mobile, intimidade é o caminho para o coração dos consumidores

05/05/2016

Um dos segredos é aprender a usar os dados de forma mais inteligente e mais responsável
Atualmente, os consumidores são menos atraídos por narrativas, respondendo mais a imagens e demonstrações — e os dispositivos móveis são os condutores dessa tendência, afirmou Jimmy Maymann, da AOL, em artigo para Adweek. A presença ubíqua do mobile em todo o mundo “exigirá uma intimidade sem precedentes com nossos usuários, o tipo de comportamento que anteriormente só se podia ter com, bem, seres humanos. Nos próximos anos, o conceito de intimidade será fundamental para qualquer um que procure atingir e engajar uma audiência”, escreveu ele. E completa: “teremos que aprender a usar dados de forma mais inteligente e responsável”. Colaborativamente, por exemplo. Fonte: Adweek

O que a Amazon planeja para sua rede de lojas físicas?
Algum tempo atrás, o CEO da General Growth Properties, que  administra as lojas físicas da Amazon, “deixou escapar” que havia planos para abrir 400 lojas. Depois, ele voltou atrás, mas o futuro pode lhe dar razão. A questão é quanto tempo vai passar até esse futuro, considerando que a expansão da Amazon para o “mundo real” está mais do que conservadora – até o momento, há apenas uma loja “full service” em operação, situada em Seattle. Enquanto isso, varejistas menores e mais jovens, como Warby Parker, Birchbox e Rent the Runaway, abriram várias lojas só no ano passado. Então,o que impede a Amazon de usar todo o conhecimento que acumulou e toda a sua capacidade logística para “invadir” o mundo físico? Bryan Pearson, CEO da LoyaltyOne, arrisca um palpite. Por saber que a Amazon possui a quantidade e a qualidade de dados necessárias para produzir a melhor experiência do consumidor possível, ele acredita que a empresa, graças ao domínio da ciência dos dados, assim como revolucionou o varejo virtual, esteja se preparando para moldar o futuro do varejo físico, na medida em que domina o processo da variabilidade dos estoques e da personalização. Fonte: Forbes 

IBM lança ferramenta web de computação quântica
A IBM liberou sua pesquisa de computação quântica para a web, lançando um simulador online que permite a qualquer pessoa realizar experimentos quânticos nos equipamentos da empresa. A máquina em questão não é exatamente um computador, na visão da maioria das pessoas — não se pode rodar um sistema operacional como o Windows, apenas processa equações lógicas básicas. Ainda assim, a IBM acredita que despertará interesse e pavimentará a toda para futuros desenvolvimentos. “Tem o objetivo de ser educacional, mas também de ser o início de um cenário tecnológico mais amplo, afirmou Jerry Chow, do IBM Quantum Computing Group. Fonte: The Verge

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: