Alibaba a caminho de se tornar o maior varejista do mundo

24/03/2016

Alibaba on way to being top retailerA distância entre o varejista chinês e o Walmart vem diminuindo rapidamente
Um grande passo foi dado pelo varejista chinês na direção de superar o Walmart e se tornar a maior empresa mundial do setor. A distância entre os dois gigantes já é muito pequena: o Alibaba Group Holding anunciou na segunda, 21/3, uma receita de US$ 463,3 bilhões no ano fiscal que termina em 31 de março (o ano fiscal do Walmart encerrou em 31 de janeiro, com uma receita de US$ 478,6 bilhões). “Esse é o resultado do comprometimento da China em mudar de uma economia voltada para investimento para uma voltada para o consumo”, comentou Kiki Fan, diretor geral da Nielsen China. Fonte: China Daily

Multicanal é o futuro do varejo, dizem especialistas — mas há dúvidas sobre Internet das Coisas

A conferência da National Retail Federation foi em janeiro. Mas os especialistas em varejo ainda estão analisando o que viram em Nova York, durante o evento. Recentemente, executivos das consultorias Innovative Retail Technologies, Retail Systems Research e Retail Dive compartilharam suas descobertas. Na visão deles, o que mais se destacou foi a multicanalidade. Segundo Paula Rosenblum, da RSR, “a discussão sobre multicanal não existe mais. Você tem que fazer. Ponto. A entrega multicanal estava em todos os lugares na NRF”, disse ela”, e não é mais um diferencial, é como as pernas de uma mesa.” Em compensação, algumas coisas que estão fazendo barulhos na mídia realmente não se mostraram fortes na NRF. A Internet das Coisas foi uma delas. Faltou novos “cases” fortes, disseram os analistas. Fonte: Colloquy
Snapchat conseguiu transformar o vídeo vertical em padrão?

Hearst, o gigante grupo de mídia, está publicando anúncios de vídeo vertical em telas inteiras em todos os sites móveis de suas revistas, com foco naquelas que têm mais apelo para os usuários jovens, incluindo Cosmo, Elle, Marie Claire e Seventeen. Os anúncios têm o mesmo ar dos anúncios criados pelo Grupo para seu canal no Snapchat e são provavelmente um sinal de que o formato de vídeo vertical, mais amigável para os dispositivos móveis, está ganhando terreno. “Temos visto desempenhos realmente notáveis em mobile quando produzimos experiências, usando uma abordagem de vídeo vertical”, disse Todd Haskell, Chief Revenue Officer do grupo Hearst. Fonte: Digiday.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: