Como a Sony está usando realidade virtual para vender filmes

27/01/2016

“Goosebumps” é um dos primeiros filmes que oferecem experiências de realidade virtual
Os headsets de realidade virtual do Google, da Samsung e de outros fabricantes estão chegando às prateleiras. Não é de estranhar, portanto, que Hollywood esteja se mexendo para oferecer conteúdo de realidade virtual. E a Sony Pictures saiu na frente. O filme Goosebumps: Monstros e Arrepios ganhou uma sequência em um app grátis, “Goosebumps Virtual Reality Experience”, disponível para qualquer smartphone iOS ou Android. Mas quem tem o Google Cardboard, o Samsung VR Gear, o Merge VR, ou qualquer outro headset de RV terá a experiência completa. A Sony está oferecendo um desconto de 15 dólares no preço do Merge VR (US$ 99) através do site goosebumpsvr.com. A Sony enxerga na realidade virtual uma grande oportunidade de marketing: “uma peça bem feita de RV pode criar muito buzz nas mídias sociais”, comentou Lexine Wong, senior executive vice president of worldwide marketing da Sony Pictures Home Entertainment. Fonte: Fortune

McDonald’s: app é apenas o começo
A rede de fast-food que é líder mundial no segmento lançou seu aplicativo no terceiro trimestre do ano passado. Desde lá, foram baixados mais de 7 milhões com alto índice de uso, o que seria mais do que é o padrão da indústria, afirma Steve Easterbrook, CEO. A marca está usado os dados do app principalmente para ver como ele aumenta vendas nas lojas, usando para isso ofertas específicas e também serviços embarcados no app, como localizador de lojas, menus e informação nutricional.Fonte: The Drum

Amazon testa quiosques exclusivos para Kindles
Não ocupa nem um metro quadrado, ou seja, é uma fração pequena do tamanho da primeira loja que a Amazon abriu em Seattle, mas o fato é que a empresa está quase secretamente fazendo outra incursão no varejo físico — colocando à venda cartões de presente para uso no seu ebook na Bartell Drugs, também no estado de Washington. O piloto foi lançado em outubro, ou seja, a tempo de pegar a temporada de vendas do final de ano. Mesmo assim esteve fora do radar até agora. É um teste interessante, considerando que a gigante do ecommerce, como outros negócios digitais, já ofereceu cartões de presente genéricos em algumas redes do varejo, mas um cartão específico para os seus ebooks é um movimento inédito. Fonte: GeekWire

Notas publicadas originalmente no Portal Abemd

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: