Como garantir segurança em transações com moedas virtuais

19/12/2015

O Bittylicious é um site voltado para compra e venda de uma grande variedade de moedas criptografadas. A mais conhecida delas, o Bitcoin, continua atraindo o interesse de comerciantes e consumidores desde o seu lançamento, em 2009. Para se ter uma ideia, em outubro deste ano, em apenas um dia, foram registradas mais de 140 mil transações com o Bitcoin… Continuar lendo

MMA MOBILE REPORT 2015: INTERNET É MEIO MAIS INDISPENSÁVEL PARA BRASILEIROS

A Millward Brown lança hoje o MMA Mobile Report 2015, estudo encomendado pela Mobile Marketing Association e realizado em parceria com a Netquest, que traça os hábitos dos usuários de internet por meio de celulares ou tablets – conhecidos como mobilers. A pesquisa foi feita entre os dias 3 e 13 de novembro e contou com 1200 participantes, das classes A, B e C, em nove regiões metropolitanas… Continuar lendo

PARCERIA FRIBOI, DYNADMIC E TVDATA GANHA PRÊMIO ABADI DE CRIATIVIDADE DIGITAL

A campanha da Friboi para divulgação de anúncios utilizando a tecnologia TVSYNC, da DynAdmic e TVDATA, ganhou o Prêmio ABRADi de Criatividade Digital 2015 na categoria Mídia. O case premiado mostra como a marca alcançou resultados acima da média do mercado ao adotar uma estratégia de sincronização de anúncio em vídeo nas multitelas e em tempo real. O TVSYNC permitiu ao anunciante divulgar a campanha, simultaneamente, em dispositivos web, mobile e tablet, a fim de alcançar o consumidor onde quer que ele estivesse prestando atenção.  “O Prêmio ABRADi é o primeiro que conquistamos com a tecnologia TVSYNC, desenvolvida pela DynAdmic para atender às estratégias multitelas dos anunciantes. Foi um trabalho em equipe muito bem alinhado com a Friboi e TVDATA e que nos garantiu um resultado excelente”, ressalta Lara Krumholz, gerente-geral da DynAdmic na América Latina. Saiba mais em  www.dynadmic.com.br

PESQUISA: APPLE PODE TER PROBLEMAS EM ATRAIR CIENTISTAS

A questão é simples: a Apple insiste em manter em segredo suas pesquisas e isso, de acordo com uma pesquisa feita por Henry Sauermann, do Georgia Institute of Technology, e Michael Roach, da Duke University, entra em choque com as ambições dos cientistas top. A pesquisa descobriu que esses cientistas estariam dispostos a “pagar” pelo privilégio de publicarem seus trabalhos. Eles perguntaram a 1.900 pessoas com PHD em ciências e engenharia quais ofertas hipotéticas de trabalho escolheriam. A mediana dos respondentes, no caso de todas as outras condições se manterem iguais, exigiria um salário 18% mais alto para aceitar um emprego que não permitisse aos funcionários, como é o caso da Apple, publicar os resultados de suas pesquisas. Aqueles que não dão importância para publicação representaram 24% dos pesquisados.

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: