Google Maps passa a funcionar com navegação sem internet. E outras novidades

11/11/2015

Ferramenta do Google passa a funcionar offline

A partir de desta terça, 10/11, os usuários doAndroid poderão baixar a versão 9.17 doGoogle Maps, que pode funcionar offline. Com isso, qualquer pessoa poderá baixar com antecedência o mapa da região que desejar e navegar por ele, sem depender do sinal 3G/4G instável ou de cobranças de pacotes adicionais. A novidade permitirá baixar mapas desde que o tamanho do arquivo não ultrapasse o limite de 2,5 GB. Além disso, ganhará funções que precisam de internet: fará buscas por estabelecimentos comerciais e lugares dentro da área selecionada (assim como verá informações básicas a respeito deles, como telefone e cardápio), traçará rotas entre dois pontos e dará orientações pelo guia de voz. Ficam de fora da versão offline, por enquanto, o acompanhamento do trânsito em tempo real, a informação da chegada dos próximos ônibus, assim como as rotas de bicicleta e transporte público. Fonte: Acontecendo Aqui

Internet das Coisas: dados de sensores contam quando consumidor está pronto para comprar

À medida que a Internet das Coisas evolui, novos usos para os objetos conectados começam a vir à luz. Agora, os dados dos sensores, “beacons”, começam a ser usados para prever o melhor momento e o melhor local para enviar um anúncio – a tecnologia determina quando um consumidor está “pronto” para sua próxima visita à loja. A InMarket está usando sensores para rastrear visitas e ciclos de compras de dezenas de milhões de compradores que fizeram opt-in no programa que determina a mais propensão do consumidor. Os executivos da empresa disseram que, em testes com um varejista que não teve seu nome divulgado, o retargeting no momento certo, baseado em comportamento de compra offline, gerou um aumento de 8% nas visitas às lojas e 14% no valor gasto em cada visita. Do ponto de vista do consumidor, a tecnologia também é relevante, pois mostra quando eles estão menos receptivos, como logo depois de uma visita à loja, evitando mensagens inúteis e irritantes. Fonte: Media Post / IoT Daily

Como os dados dos gigantes do varejo online estão ajudando as marcas

Data-harvesting é uma técnica de compilação e análise de dados utilizada em inúmeros campos do conhecimento, inclusive física avançada. Agora, empresas que utilizam essa técnica, como a HookLogic e a Unmetric, estão ajudando as marcas a receber dados acionáveis dos gigantes do varejo como Amazon e Walmart, assim como de plataformas de mídias sociais. Os insights incluem que páginas de produto são as mais populares e o que os concorrentes estão pensando em fazer. “Com o surgimento dessas empresas que usam data-harvesting, surgiu um novo mundo que, de certa maneira, é melhor para as marcas do que o antigo”, comentou Kate Kaye, editora do AdAge. Fonte: Advertising Age

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: