A semana que passou: Google + Yahoo? Techies apresentam resultados. E mais

25/10/2015

Uma notícia divulgada pelo Yahoo na última quinta-feira, 22/10, pode mudar significativamente o mercado de buscas pagas. A novidade é que o Google fornecerá serviços de busca e anúncios de busca, através da plataforma AdSense for Search para as propriedades desktop e mobile do Yahoo, assim como seus sites afiliados nos EUA, Canadá e mercados asiáticos, africanos e latinoamericanos – mas não europeus. A parceria implica em que o Google pagará ao Google um percentual sobre a receita bruta dos anúncios do AdSense mostrados nas propriedades do Yahoo e seus sites afiliados. Já o Yahoo pagará ao Google fees por resultados de buscas de imagens e de buscas algoritmicas.

O anúncio acima foi feito durante a apresentação dos resultados do terceiro trimestre e serviram para recuperar um pouco a perda que a empresa informou (US$ 0,15 por ação, quando a expectativa era de US$ 0,17).

Outras empresas de tecnologia também anunciaram seus resultados no período. Ebay superou as expectativas na sequência de sua separação da Paypal, IBM caiu 4% (um trimestre desapontador para a Big Blue). Alphabet informou US$18.68 bi em receitas e ajustou o lucro por ação para US$7.35, Amazon também superou as expectativas dos analistas com US$25.4 bi em vendas e Pandora informou uma perda no trimestre de US$85.9 milhões. Microsoft pulou 6% em lucros.

No caso do Pinterest, não houve exatamente um anúncio formal. Foi um trabalho de jornalismo puro do TechCrunch que obteve documentos mostrando as previsões de crescimento de receita da rede. A empresa prevê uma receita publicitária de US$169 milhões neste ano e US$2.8 bi em 2018.

O Facebook lançou TechPrep, uma nova iniciativa em parceria com a McKinsey & Company, para oferecer recurso como tutoriaiss, videos e jogos para os pais ajudar seus filhos a desenvolver carreiras em programação de computadores.

O Twitter também tem novidades. O microblogging anunciou um novo ecossistema de ferramentas de publicação e “storytelling” que facilita transformar conteúdos do Twitter em grandes histórias, que atraem, engajam e retêm uma audiência. Na prática, os usuários ganharam uma nova maneira de mostrar “embedded tweets” e podem acessar as “Collections API” que “transformam tweets múltiplos em uma história com um único Collection ID”. Veja um belo exemplo aqui.

Fontes: MediaPost, TechCrunch, Social Media Examiner, Twitter/blogs

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: