Quanta receita é gerada por email? Mais do que você imagina, provavelmente. E outras questões

21/09/2015

What is Double Opt-In by sukitwoPesquisa sugere que email marketing tem ROI melhor do que todos os outros canais

O email é um canal de marketing bem conhecido e testado, mas ainda pode trazer algumas boas surpresas. Uma pesquisa feita pelo The Relevancy Group, em abril de 2015, com executivos de empresas dos EUA, indica que email foi responsável por uma quantidade de receita similar aos outros tipos de publicidade digital combinados. Pouco menos de um em cada quatro dos entrevistados disseram que a tática gerou cerca de 25,1% das suas receitas totais. O mesmo número disse que email gerou 25,1% ou mais. 42% dos respondentes disseram que o email trouxe entre 10% e 25% de suas receitas. Na outra ponta, 31% disseram que email gerou menos de 10% das receitas. Fonte: eMarketer

Gigantes de tecnologia lançam sombra sobre a indústria automobilística

Fato: a Apple tem um projeto secreto com centenas de pessoas trabalhando em designs de carros. Dúvida: isso evoluirá para carros de verdade? Fato: nem a Apple, nem a Google, que também está trabalhando em projetos de automóveis, estão perto de produzir veículos em massa. Mas, independentemente disso, o tema está deixando a indústria automobilística bem nervosa. A ponto de ter virado o principal tema das conversas durante o Frankfurt International Motor Show. Em vez de “cavalos de força” ou “torque”, a palavra “conectividade” foi a mais ouvida no Salão. O nervosismo é compreensível. À medida em que os carros tornam-se cada vez mais plataformas rolantes de software, tanto Apple como Google estão a anos-luz à frente das montadoras tradicionais em termos de expertise tecnológica. Uma expertise que será difícil replicar rapidamente. E também tem a questão dos recursos financeiros: apesar de, na prática, empresas como Daimler e Volkswagen tenham muito mais dinheiro em caixa do que as empresas do Silicon Valley, o mercado avalia o valor destas em até oito vezes o valor daquelas – e isso facilitará a obtenção dos grandes investimentos necessários. Fonte: The New York Times

Amazon fecha Webstores e manda seus clientes para a Shopify

Por maior que você seja sempre há limites para sua capacidade. Aparentemente, foi esse o raciocínio que levou a Amazon a fechar a unidade que oferecia software para pequenos varejistas online, um mercado cada vez mais concorrido. E não fez só isso, a gigante do e-commerce está aconselhando seus clientes a migrarem para a Shopify, empresa canadense que era até agora a maior concorrente da Amazon nessa área. Fundada em 2006, a Shopify fornece o front-end das lojas, o processamento de pagamento e apps para check-out. Como parte da migração, a Shopify disse que permitirá que as lojas usem a tecnologia de pagamento e os serviços de fulfillment da Amazon em seus sites. Fonte: Fortune

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: