A semana que passou: Bradesco compra HSBC Brasil, anúncios no Instagram – e outras notícias

09/08/2015

A semana começou com uma notícia de peso: o Bradesco comprou o HSBC no Brasil. A compra, no valor de R$ 5,2 bilhões, fará com que o banco brasileiro ultrapasse as marcas dos 30 milhões de clientes e dos R$ 1,19 trilhão em ativos no país. Além disso, reduz drasticamente a diferença para o Itaú, criada com a aquisição do Unibanco.

Aparentemente, o negócio foi muito bom para o HSBC. Afinal, a aquisição do Bamerindus havia sido feito com títulos da dívida pública (alguns críticos chegam a dizer que o banco paranaense, no bojo de uma disputa política, foi vendido por um real) e agora a discutida e até certo ponto combalida instituição financeira internacional sai com um bom dinheiro nos bolsos.  Sem contar que os ambiciosos planos para o mercado brasileiro estiveram longe de serem cumpridos.

O grupo francês Carrefour apresentou seus resultados do primeiro semestre de 2015. Queda significativa do lucro líquido: de 441 milhões de euros no mesmo período de 2014 para 218 milhões agora (o lucro operacional, medida preferida pelo Carrefour, também caiu). O problema, porém, não foi a operação brasileira, como poderia pensar quem se acostumou a medir o mundo pelas manchetes dos nossos jornais e revistas. Pelo contrário, o problema não foi maior por causa do bom desempenho das operações na América Latina, especialmente Brasil e Argentina. Foi na Europa e na China que o grupo andou rateando.

Uma notícia realmente interessante veio da Netflix. A empresa provou que veio para inovar em todos os campos e anunciou um superbenefício para seus funcionários: licenças maternidade E paternidade “ilimitadas”. Explicando: a partir de agora, novas mamães e novos papais (inclusive nos casos de adoção) poderão tirar o tempo que quiserem ou julgarem apropriado no primeiro ano do nascimento (ou da adoção). Logo em seguida, foi a vez da Microsoft anunciar extensão desse tipo de benefícios para seus próprios funcionários.

Na terça, 4/8, foi lançado o programa Instagram Ads API Partners, basicamente botões de “call-to-action”, que permitirá a agências e anunciantes agenda e publicar conteúdo, monitorar audiências e compartilhar acesso a contas de Instagram de equipes. Entre os parceiros já anunciados estão Ampush, Brand Networks, 4C, Kenshoo, Nanigans, Salesforce Marketing Clud, SocialCode e Unified.

No dia seguinte, 5/8, foi a vez do Facebook anunciar novidades: vários novos recursos de comunicação nas Páginas, incluindo mais maneiras dos usuários enviarem mensagens privadas para empresas e novas ferramentas para os administradores da Páginas gerenciarem e responderem às mensagens.

Fontes: Estadão, TechCrunch, Social Media Examiner, Social Times, Facebook para empresas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: