Amazon lança projetos de filmes e programas exclusivos com Woody Allen, Spike Lee e outras feras

04/08/2015

James May, Jeremy Clarkson e Richard Hammond, do programa Top Gear, que será produzido pela Amazon

O serviço Prime não se limita a entregar produtos – entrega também conteúdos exclusivos

A Amazon não para. Você sabia que há um Amazon Studios, que produz filmes e séries, conteúdos exclusivos, para os assinantes do serviço Amazon Prime? E não são produções banais. A comédia “Transparent”, produzida por eles ganhou indicações aos prêmios Emmy e Globo de Ouro. Agora, a empresa informa que fechou acordos com Woody Allen, que fará para eles sua primeira série de TV, e Spike Lee, que fará o filme “Chi-Raq”. Além disso, anunciou um acordo com Jeremy Clarkson, que apresenta o programa automobilístico “Top Gear”, na BBC, e deve começar a produção de dois pilotos de filmes dramáticos: “Casanova” e “Sneaky Pete”.  Fonte: The New York Times

Fechamento de lojas Gap é um símbolo da mudança de hábitos do consumidor?

A rede Gap já foi sinônimo de “cool”, “descolado” e coisas assim. Mas o fato é que há algum tempo a marca perdeu um pouco do fascínio. E agora a empresa começa a encolher. Na semana passada, 20 das suas lojas foram fechadas. Ao todo, serão fechadas 175 lojas, localizadas em shopping centers que não estão desempenhando a contento. Mas o motivo não está nesses “malls”, os planos de encolhimento refletem uma mudança de posicionamento da rede. Premida por um lado pelo surgimento de varejistas mais badalados, como H&M e Forever 21, que dominam atualmente o mercado de vestuário jovem, e pelo crescimento das compras online, a Gap resolveu mudar de direção. “Não se trata de que algo deu errado”, comentou Garrick Brown, analista de varejo. “A questão é estabelecer o tamanho correto para um mercado em mutação.” Fonte: The Philadelphia Inquirer

Estudo: varejistas prontos para acelerar os investimentos em mídias sociais

A poderosa National Retail Federation americana publicou o estudo State of Retailing Online, realizado em parceria com Shop.org e Forrester Research. Os números falam por si: 58% dos varejistas disseram estar aumentando suas verbas para anúncios nas mídias sociais neste ano e reduzir a distância entre o que aplicam nesses canais e em busca paga. Também segundo o estudo, o Facebook tornou-se uma nova fonte crítica para aquisição de consumidores, sendo citado por mais de um quarto dos varejistas entrevistados. Além disso, metade de todos os varejistas estão aumentar o investimento na rede social. Fonte: The Content Standard

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: